Laboratório a preto e branco e narrativa fotográfica, ação de formação em 2017.

Nesta ação de formação, propomos a análise da obra “NUEZ”, um livro feito de poemas (Rui Baião) e de fotografias (Paulo Nozolino), dentro de dois discursos cúmplices, que se cruzam enimage0-1tre si. Podemos entender, durante o percurso de leitura deste livro, que os autores trilham um caminho na dura realidade do presente, com um discurso visual que deambula entre imagens construídas na sombra e na solidão e nas palavras, que refletem uma paisagem decadente. Não se pretende que o trabalho desenvolvido seja uma réplica da obra em questão, mas sim de uma re-interpretação dos conceitos presentes na obra, em que esta surge como mote inicial de trabalho.
Baseado em trabalho de laboratório a preto e branco e na tomada de imagens em processo película, desafiaremos os participantes à construção de um projeto autoral fundamentado na interpretação da obra referida e que possibilitará um percurso performativo na linguagem fotográfica, desde da tomada de imagem até à impressão final.
Anúncios