Workshop de fotografia documental em Marrocos, de 25 de Agosto a 3 de Setembro de 2017.

O workshop de fotografia documental em Marrocos tem como objectivo a realização de um projecto fotográfico sobre a cultura Marroquina e será orientado por uma equipa de dois formadores do Movimento de Expressão Fotográfica, que acompanharão os projectos fotográficos individuais a desenvolver pelos participantes.

20160917_marrocosluisrocha_0881

O workshop consiste na realização de um trabalho documental a ser realizado em cidades e aldeias de Marrocos. O workshop incidirá no método de aprendizagem através da prática, explorando a vertente estética da imagem e o seu carácter documentalista. A exploração fotográfica aponta diretamente na orientação do documentário sócio-cultural ilustrando o modo de vida da população local.

O workshop inclui um acompanhamento personalizado com cada um dos participantes, formação teórica e prática, edição e discussão de imagens.


[Programa Completo] [Ficha de Inscrição] [Condições e Custos]


Datas do Workshop e da viagem

1º Encontro para organizar detalhes de viagem: Julho 2017

Datas de viagem: de 25 de Agosto a 3 de Setembro de 2017

  • Partida de Lisboa a 25 de Agosto
  • Regresso a Lisboa a 3 de Setembro
  • Total de 9 dias em Marrocos

Datas das aulas teóricas Campolide antes da viagem: 18 e 21 de Agosto 2017

Datas das aulas teóricas e práticas Marrocos: no decorrer do programa da viagem – ver programa completo.

Datas das aulas teóricas Campolide depois da viagem: Setembro 2017

20160914_marrocosluisrocha_0512


Equipa

Luís Rocha [Formação; Acompanhamento no terreno];

(nota biográfica)

Tânia Araújo [Produção local; Acompanhamento no terreno];

(nota biográfica)

Hafido Radouini [Produção]


Contactos

Telemóvel: 96 583 16 20 (Tânia Araújo). Para esclarecimentos de dúvidas: Enviar Mensagem. Palácio de Laguares, R. Prof. Sousa da Câmara, 156, 1070 – 215 Campolide, Lisboa.  VER MAPA


Anúncios

Exposição e Livro de Fotografia, Curso de Fotografia Documental e Projecto Pessoal

Curso de Fotografia Documental e Projecto Pessoal tem por objectivo dotar os alunos de competências específicas para o desenvolvimento da “sua” fotografia no campo documental, bem como prepará-los e acompanhá-los no desenvolvimento de um projecto próprio.

f1010005-1038x576

[Programa completo]   [Formulário de inscrição]

Oficina 3

Livro Fotográfico | As sessões dedicadas a Livro fotográfico farão um breve enquadramento histórico do mesmo, dos primeiros livros às publicações de hoje. Discutir-se-á a Fotografia em papel e o conceito de “livro”, abordando também o lugar do “leitor fotográfico” e a sua visão.

Construção de Fotolivro | Este módulo do curso tem como objectivo final a criação por cada um dos participantes, de um fotolivro com as imagens selecionadas. Falaremos da criação de narrativa através de imagens, da criação de um layout, das ferramentas necessárias para tal e das diferentes possibilidades que os fotolivros apresentam. Este módulo é dividido em três momentos:

  • Apresentação de exemplos de fotolivros; abordagem de diferentes tipos de narrativa e de formas de pensar o livro; abordagem de ferramentas no indd para a criação de um layout gráfico.
  • Acompanhamento individual dos projectos a figurar em livro
  •  Conclusão final do projecto para impressão.

Curadoria de Exposições | Nestas sessões pretendemos, com base nos projectos fotográficos desenvolvidos na Oficina 2, ou a partir de trabalhos realizados em contexto anterior, produzir uma exposição colectiva com os trabalhos fotográficos propostos. Abordaremos a curadoria e a montagem de uma exposição desde a sua vertente de planificação até à prática em espaço expositivo.


Formadores

Bruno Castro – Livro Fotográfico

 [nota biográfica]

Ilhas Studio – Construção de Fotolivro

[nota biográfica] [site]

Cláudia Camacho – Curadoria de Exposições

[nota biográfica]

Nota 2: a impressão final do fotolivro é facultativa. O valor de impressão será suportado pelo participante na Oficina.

Nota 3: O local da exposição final dos trabalhos será anunciado no decorrer do módulo.


Horário

De 5 Maio a 24 de Junho 2016 | 24 horas

Valor Oficina 

180€ (novos alunos / não associados)

160€ (sócios MEF)


Contactos

Telemóvel: 96 583 16 20 (Tânia Araújo)

Para esclarecimentos de dúvidas: Enviar Mensagem

Morada

Palácio de Laguares, R. Prof. Sousa da Câmara, 156

1070 – 215 Campolide, Lisboa.  VER MAPA


A Magia da Película na Fotografia

taniaamadora
clicar na imagem para aceder à reportagem

A Magia da Película na Fotografia – TV Amadora, terça-feira, 11 abril 2017

Reportagem da exposição colectiva de fotografia “Oito e Seis” na Galeria Artur Bual na Amadora. O preto e branco e o trabalho em película são duas das grandes características destas obras.

A exposição está patente até dia 30 de Abril.


Curso de Iniciação à Fotografia, Viana do Castelo

Curso de Iniciação à Fotografia pretende dar a conhecer a fotografia enquanto forma diferente de interpretar a realidade. Tirando partido das câmaras fotográficas, os participantes utilizarão a fotografia como meio de exploração do seu próprio quotidiano, fotografando mediante directrizes estéticas apreendidas no curso.

PortoPalafitico©LuisRocha2016

No final do curso de iniciação à fotografia os formandos deverão estar habilitados a:

·  Identificar os princípios básicos da técnica fotográfica;

·  Trabalhar com os princípios básicos da estética fotográfica;

·  Utilizar a câmara fotográfica em modo manual.

Viana do Castelo | Julho-Agosto 2017

O Movimento de Expressão Fotográfica – MEF, em parceria com a Íris Inclusiva, promove um Curso de Iniciação à Fotografia em Viana do Castelo. O Curso de Iniciação à Fotografia pretende dar a conhecer a fotografia enquanto forma diferente de interpretar a realidade. Tirando partido das máquinas fotográficas, os participantes utilizarão a fotografia como meio de exploração do seu próprio quotidiano, fotografando mediante diretrizes estéticas apreendidas no curso. Este curso é constituído por uma parte teórica, em que são dados os princípios básicos da fotografia. Serão ainda realizados três trabalhos práticos em que se aborda a vertente da fotografia digital.

Conteúdo Programático | Os diversos modelos de câmaras fotográficas. Mecânicas e Digitais. Os formatos existentes (pequeno, médio e grande formato). Tipos de Câmaras fotográficas: SLR, TLR, visor direto, câmaras digitais. Fotografia Estenopeica. Corpo da máquina: Obturador, diafragma, sensor, cuidados na manutenção. Objetivas: distância focal variável, grande-angular, normal, tele- objetiva. Fotometria: Controlo da exposição, fotómetro, sub- exposição e sobre-exposição. Flash: Velocidade de sincronismo do flash. Nº guia do flash. Iluminação: Luz de enchimento, luz lateral e frontal. Luz reflectida e luz direta. Medição de luz: Reflectida e incidente. Temperatura de cor e balanço de brancos. O filme de preto e branco. Sensibilidade: ISO lento, médio e rápido. Filtros: definição, tipo, utilidade, características. Equipamento básico. Composição: Regras e formas de interpretação do assunto fotografado. Análise dos exercícios realizados durante a ação de formação. Saídas fotográficas em ambiente urbano e/ou rural.

  [INSCRIÇÃO] [PROGRAMA COMPLETO]

Carga horária

27 Horas

Horário

Aulas Teóricas – 18h30/20h30

Datas de Formação

11 de Julho a 4 de Agosto de 2017

Dias de formação

Terças e Quintas (teóricas)

Sábados (práticas)

Valor da formação

100€

Formador

Luís Rocha

Local da formação e entidade parceira

iris_logo_2

Associação Íris Inclusiva

Rua Maestro Francisco Sá Noronha, nº 199, R/C
4900-411 Viana do Castelo


Contactos e inscrições

e-mail: geral@mef.pt 

tel: 965 831 620 (Tânia Araújo)


Encontro com os fotógrafos da exposição oito e seis

A Galeria Municipal Artur Bual vai ser palco, no próximo sábado, às 16 horas, de um encontro com os fotógrafos Nuno Correia, Rita Pedrosa e Rui Esteves, no âmbito da exposição oito e seis do Movimento de Expressão Fotográfica (MEF) que está patente neste espaço cultural.

A mostra coletiva de fotografia foi desenvolvida com base na ação de formação “Narrativa Fotográfica com Laboratório Preto e Branco”, na qual os autores introduziram, enquanto método de trabalho, situações encenadas e dinâmicas de imagem com suporte em papel fotográfico.

Suportado por trabalho de laboratório a preto e branco e na tomada de imagens em processo película, o MEF desafiou os participantes à construção de um projeto autoral fundamentado na interpretação de duas obras distintas – “El silencio de las cosas” – do fotógrafo Josef Sudek, onde encetaram um diálogo com o recurso ao pensamento contemplativo e que sustentou o fazer artístico e – “Extraños” – de Juan Manuel Castro Prieto, que revelou aproximações mais autobiográficas e pessoais – duas abordagens distintas que proporcionaram aos autores um percurso performativo na linguagem fotográfica, desde da tomada de imagem até à impressão final.

A exposição estará patente até ao dia 30 de abril e pode ser vista de 3ªfeira a domingo (incluindo feriados), entre as 10 e as 18 horas.

Autor_Pedro-Martins_Título_Sapata
© Pedro Martins | Sapata

 

Autor_Rui-Pedro-Esteves_Título_Substitutos
© Rui Pedro Esteves | Substitutos
Rita-Pedrosa_04
© Rita Pedrosa | Eu Vivi Aqui