Foto de Capa, Nevermind dos Nirvana

20464851_10156885449742588_1280545232_oFoto de Capa #5: para as gerações recentes que cresceram na era do CD poucas capas serão tão icónicas e representativas de uma banda e de um movimento musical (o grunge) quanto a de Nevermind dos Nirvana. A imagem de um bebé debaixo de água a perseguir uma nota de um dólar pendurada num gancho tornou-se tão famosa quanto o disco em si não apenas pelas leituras imediatas que despoleta mas por ser, de forma intencional ou não, uma representação simbólica dos paradoxos que a banda, e o seu líder Kurt Cobain em particular, enfrentavam naquela fase e que viriam a marcar a sua existência até à morte de Kurt em 1994. A fotografia da autoria de Kirk Weddle http://kirkweddle.com/, um fotógrafo à altura especializado em fotografia subaquática, foi tirada numa piscina pública de Pasadena na California. Um bebé de quatro meses, filho de amigos de Weddle, foi fotografado com outros quatro ‘candidatos’ e a imagem final, precedida de testes de luz e velocidade realizados com recurso a uma boneca e preparada com uso de tripé e motor de avanço no fundo da piscina, foi seleccionada após duas séries de sete e quatro disparos, respectivamente. O gancho com a nota de um dólar seria adicionado na pós-produção. Pese embora esta não fosse a ideia inicial de Kurt Cobain para a capa (pretendia uma imagem de um nascimento debaixo de água) a verdade é que a imagem de Nevermind constitui uma metáfora perfeita para um disco de uma banda que gravava pela primeira vez para uma multinacional ao mesmo tempo que queria preservar a integridade mantendo-se fiel aos seus princípios como banda “alternativa”. O sucesso inesperado do álbum, que viria a beneficiar de ampla exposição na MTV e vender subsequentemente 30 milhões de cópias, só veio reforçar o simbolismo da capa. Robert Fisher, o director artístico da capa, interpreta-a da seguinte forma: “o bebé nu simboliza a inocência [de Kurt Cobain], a água representa o ambiente que lhe é estranho, e o gancho com a nota a sua carreira artística a entrar no mundo corporativo da música rock”. Como factos adicionais refira-se, entre outros factos, que a editora pensou em eliminar os genitais do bebé na pós-produção com receio de vir a ser censurada, algo a que Cobain se opôs com veemência; que um ano após o lançamento do disco Weddle realizaria uma nova sessão de fotos subaquáticas, desta vez com os três músicos da banda; e que o bebé de então, Spencer Elden, voltou a ser fotografado passados 25 anos (em 2016) na mesma posição debaixo de água numa imagem que seria amplamente divulgada nos media.


Foto de Capa, insere-se na nova proposta do MEF de divulgação da fotografia. Com autoria e curadoria de Pedro Nunes.

#fotodecapamef #mef #omefsugere