Tenho quem me tire o sono, não tenho quem me tire os sonhos

Inaugurámos ontem a primeira mostra fotográfica do projecto Imagine Conceptuale. Um projecto de inclusão pela arte integrado no PARTIS da Fundação Calouste Gulbenkian. Em Viana do Castelo o desenvolvimento do projecto teve a parceria da Íris Inclusiva e a exposição contou com o apoio da Câmara Municipal de Viana do Castelo.

A tarde iniciou-se com a atividade Imagens do Sentir, seguida da inauguração da exposição. Além dos vários convidados que compareceram à inauguração, tivemos o privilégio de devolver aos autores o resultado fotográfico que desenvolveram durante o processo de trabalho.

À Íris Inclusiva e a toda a equipa que esteve presente durante todo o projecto e com quem crescemos imenso, aos familiares dos participantes que nos ajudaram a contribuir para um mundo mais inclusivo, à Fundação Calouste Gulbenkian por acreditar mais uma vez num dos nossos projectos, à Câmara Municipal de Viana do Castelo por nos terem acolhido, a todas as pessoas envolvidas no projecto desde a tomada de imagens até ao processo de construção das imagens tácteis e visíveis, o nosso agradecimento.

Um especial agradecimento aos autores, foi um enorme prazer ter partilhado esta aventura convosco, esta exposição é vossa.

Obrigado.

VdC_Expo_01VdC_Expo_02VdC_Expo_03VdC_Expo_04VdC_Expo_05VdC_Expo_06VdC_Expo_07VdC_Expo_08VdC_Expo_09VdC_Expo_10VdC_Expo_11VdC_Expo_12


A frase que dá título a este artigo “Tenho quem me tire o sono, não tenho quem me tire os sonhos” foi retirada do testemunho do participante Paulo Moreira.


 

Anúncios