Arménia, o novo desafio fotográfico do MEF

IMG_20180618_210251

Sessão de preparação do workshop de fotografia documental à Arménia, partimos esta sexta-feira.


 

Anúncios

“Tal como as borboletas, as fotografias saem para o mundo sem uma palavra sobre as lagartas que as geraram”

François Matarasso, colaborador da Fundação Calouste Gulbenkian e autor de reflexões sobre “Community Arts” e “Participatory Arts” escreve sobre o MEF abordando a nossa atividade como um caso de estudo de arte participativa.

20150907c2a9eeqhmef_088

‘O desenvolvimento de uma cultura estética visual em todas as suas dimensões conceptuais e quanto a nós acessível a TODOS é fundamental para quem somos. Produzir narrativas e memórias visuais é assim integrador.’  

Ler mais em:

[https://arestlessart.com/case-studies/movimento-de-expressao-fotografica/movimento-de-expressao-fotografica-um-caso-de-estudo-de-arte-participativa/


 

Em 2018 o Movimento de Expressão Fotográfica promove um novo Workshop de Fotografia Documental à República da Arménia.

O workshop tem como objectivo a realização de um projecto fotográfico sobre a cultura Arménia e será orientado por uma equipa do MEF, Luís Rocha que acompanhará os projectos individuais a desenvolver pelos participantes e de Tânia Araújo que dará o suporte logístico à viagem. Com o acompanhamento da Lia Khachikyan que nos levará à descoberta da cultura e da realidade do seu país.

Histórias ao Sul no Movimento e Imagem, com Luís Rocha e Tânia Araújo

Na iniciativa do Movimento de Expressão Fotográfica – Movimento e Imagem, e já nesta próxima quinta-feira, Luís Rocha e Tânia Araujo partilham o projecto  “Histórias ao Sul” dinamizado em São Tomé e Príncipe em parceria com os Leigos para o Desenvolvimento. Os dois fotógrafos estiveram integrados em 3 comunidades (Porto Alegre, Vila Malanza e Ponta Baleia) e vão contar tudo sobre o projecto, numa noite de memórias emocionadas. Dia 14 Junho, a partir das 19h00, no Bus Paragem Cultural, em Lisboa. 

Venâncio Sousa Luis (vulgo Contino), 68 anos, nasceu em Ponta Baleia, há mais de 20 anos que é vianteiro (ou vinhateiro) de profissão.
Morada
BUS Paragem Cultural
Rua Maria, 73, Anjos, Lisboa
Para uma informação mais completa sobre as conversas, Página Facebook do Movimento e Imagem.