Arquivo da categoria: Formação Artística

Narrativa Fotográfica com Laboratório Preto e Branco com a obra  STORYTELLER  de Duane Michals.

Narrativa Fotográfica com Laboratório Preto e Branco com a obra  STORYTELLER  de Duane Michals.

Na ação de formação Narrativa Fotográfica com Laboratório Preto e Branco tencionamos introduzir, enquanto método de trabalho, situações encenadas e dinâmicas de imagem, na fotografia a preto e branco com suporte em papel fotográfico. 

Partindo da análise da obra “Storyteller” do fotógrafo Duane Michals, pretendemos a construção de um diálogo com o recurso ao pensamento que sustentará o fazer artístico.

Baseado em trabalho de laboratório a preto e branco e na tomada de imagens em processo película, desafiaremos os participantes à construção de um projeto autoral fundamentado na interpretação da obra referida e que possibilitará um percurso performativo na linguagem fotográfica, desde da tomada de imagem até à impressão final.


 [INSCRIÇÃO]


Programa da Formação

Dia 1: Análise da Obra de Duane Michals (23 de Março)

  • A técnica fotográfica;
  • A narrativa;
  • Os processos de construção de imagem;
  • Criatividade pessoal.

Dia 2: Construção de narrativas (30 de Março)

  • Técnicas de experimentação fotográfica em processo de laboratório Preto e Branco;
  • Demonstração de processos de laboratório;
  • Tipos de papel fotográfico;
  • Tipos de acabamentos.

Dia 3: Obtenção de Resultados em Película (6 de Abril)

  • Revelação de películas.

Dia 4: Observação de Resultados I (13 de Abril)

  • Provas de Contacto;
  • Escolha de imagens;
  • Impressão de provas de Leitura.

Dia 5: A fotografia como forma de conhecimento (20 de Abril)

  • Análise crítica ao trabalho desenvolvido.

Dia 6: Obtenção de Resultados em Película (27 de Abril)

  • Revelação de películas.

Dia 7: Observação de Resultados I (4 de Maio)

  • Provas de contacto;
  • Escolha de imagens;
  • Impressão de provas de Leitura.

Dia 8: Observação de Resultados II (11 de Maio)

  • Impressão de provas de Leitura.

Dia 9: A fotografia como forma de conhecimento (18 de Maio)

  • Análise crítica ao trabalho desenvolvido;
  • Edição final das imagens que compõem o trabalho final.

Dia 10: Obtenção dos resultados Finais I (25 de Maio)

  • Impressão das imagens em papel Fotográfico;
  • Técnicas laboratoriais (contrastes, máscaras, processos de experimentação).

Dia 11: Obtenção dos resultados Finais II (1 de Junho)

  • Impressão das imagens em papel Fotográfico;
  • Técnicas laboratoriais (contrastes, máscaras, processos de experimentação).

Dia 12: Obtenção dos resultados Finais III (8 de Junho)

  • Impressão das imagens em papel Fotográfico;
  • Técnicas laboratoriais (contrastes, máscaras, processos de experimentação).

Dia 13: Obtenção dos resultados Finais IV (15 de Junho)

  • Impressão das imagens em papel Fotográfico;
  • Técnicas laboratoriais (contrastes, máscaras, processos de experimentação).

Dia 14: A fotografia como forma de partilha (22 de Junho)

  • Acabamentos e Retoque;
  • Conversa final sobre o trabalho;
  • Discussão do método de apresentação pública do trabalho final realizado.

Nota biográfica

Duane Michals nasceu no ano de 1932 em McKeesport, EUA e afirmou-se como um inovador incansável. O seu contacto com a arte teve início aos 14 anos quando começou a estudar técnica de aguarela em Pittsburgh. A fotografia surgiria de forma ago acidental: foi no decurso de umas férias em que se deslocou à então União Soviética, em 1958, que descobriu o seu interesse pela fotografia. Como tantos outros, iniciou a sua carreira na fotografia comercial. Trabalhou para publicações como a “Esquire” e “Mademoiselle”. Fez a cobertura das filmagens do”The Great Gatsby” para a revista “Vogue”. 

Data de Formação:

De 23 de Março a 22 de Junho de 2020

Consumíveis a adquirir por parte do formando:

Rolos fotográficos de Preto e Branco

Papel Fotográfico 

Material necessário para a elaboração do projeto individual

Consumíveis fornecidos pelo MEF:

Química para revelação e impressão

Horários e dias da formação:

Segundas-feiras – das 19.30h às 23.30h

Horas de Formação:

50h

Nº máximo de participantes:

9

Valor da ação de formação:

200€ sócios

220€ não sócios

Morada

Rua Norte Júnior, n.º 17 A/D, loja 1, 

1950-205 Bairro dos Lóios – Lisboa

Contactos

Tel: 96 583 16 20 (Tânia Araújo)

mail:geral@mef.pt


Narrativa Fotográfica com Laboratório Preto e Branco com a obra  STORYTELLER  de Duane Michals.

Narrativa Fotográfica com Laboratório Preto e Branco com a obra  STORYTELLER  de Duane Michals.

Na ação de formação Narrativa Fotográfica com Laboratório Preto e Branco tencionamos introduzir, enquanto método de trabalho, situações encenadas e dinâmicas de imagem, na fotografia a preto e branco com suporte em papel fotográfico. 

Partindo da análise da obra “Storyteller” do fotógrafo Duane Michals, pretendemos a construção de um diálogo com o recurso ao pensamento que sustentará o fazer artístico.

Baseado em trabalho de laboratório a preto e branco e na tomada de imagens em processo película, desafiaremos os participantes à construção de um projeto autoral fundamentado na interpretação da obra referida e que possibilitará um percurso performativo na linguagem fotográfica, desde da tomada de imagem até à impressão final.


 [INSCRIÇÃO]


Programa da Formação

Dia 1: Análise da Obra de Duane Michals (23 de Março)

  • A técnica fotográfica;
  • A narrativa;
  • Os processos de construção de imagem;
  • Criatividade pessoal.

Dia 2: Construção de narrativas (30 de Março)

  • Técnicas de experimentação fotográfica em processo de laboratório Preto e Branco;
  • Demonstração de processos de laboratório;
  • Tipos de papel fotográfico;
  • Tipos de acabamentos.

Dia 3: Obtenção de Resultados em Película (6 de Abril)

  • Revelação de películas.

Dia 4: Observação de Resultados I (13 de Abril)

  • Provas de Contacto;
  • Escolha de imagens;
  • Impressão de provas de Leitura.

Dia 5: A fotografia como forma de conhecimento (20 de Abril)

  • Análise crítica ao trabalho desenvolvido.

Dia 6: Obtenção de Resultados em Película (27 de Abril)

  • Revelação de películas.

Dia 7: Observação de Resultados I (4 de Maio)

  • Provas de contacto;
  • Escolha de imagens;
  • Impressão de provas de Leitura.

Dia 8: Observação de Resultados II (11 de Maio)

  • Impressão de provas de Leitura.

Dia 9: A fotografia como forma de conhecimento (18 de Maio)

  • Análise crítica ao trabalho desenvolvido;
  • Edição final das imagens que compõem o trabalho final.

Dia 10: Obtenção dos resultados Finais I (25 de Maio)

  • Impressão das imagens em papel Fotográfico;
  • Técnicas laboratoriais (contrastes, máscaras, processos de experimentação).

Dia 11: Obtenção dos resultados Finais II (1 de Junho)

  • Impressão das imagens em papel Fotográfico;
  • Técnicas laboratoriais (contrastes, máscaras, processos de experimentação).

Dia 12: Obtenção dos resultados Finais III (8 de Junho)

  • Impressão das imagens em papel Fotográfico;
  • Técnicas laboratoriais (contrastes, máscaras, processos de experimentação).

Dia 13: Obtenção dos resultados Finais IV (15 de Junho)

  • Impressão das imagens em papel Fotográfico;
  • Técnicas laboratoriais (contrastes, máscaras, processos de experimentação).

Dia 14: A fotografia como forma de partilha (22 de Junho)

  • Acabamentos e Retoque;
  • Conversa final sobre o trabalho;
  • Discussão do método de apresentação pública do trabalho final realizado.

Nota biográfica

Duane Michals nasceu no ano de 1932 em McKeesport, EUA e afirmou-se como um inovador incansável. O seu contacto com a arte teve início aos 14 anos quando começou a estudar técnica de aguarela em Pittsburgh. A fotografia surgiria de forma ago acidental: foi no decurso de umas férias em que se deslocou à então União Soviética, em 1958, que descobriu o seu interesse pela fotografia. Como tantos outros, iniciou a sua carreira na fotografia comercial. Trabalhou para publicações como a “Esquire” e “Mademoiselle”. Fez a cobertura das filmagens do”The Great Gatsby” para a revista “Vogue”. 

Data de Formação:

De 23 de Março a 22 de Junho de 2020

Consumíveis a adquirir por parte do formando:

Rolos fotográficos de Preto e Branco

Papel Fotográfico 

Material necessário para a elaboração do projeto individual

Consumíveis fornecidos pelo MEF:

Química para revelação e impressão

Horários e dias da formação:

Segundas-feiras – das 19.30h às 23.30h

Horas de Formação:

50h

Nº máximo de participantes:

9

Valor da ação de formação:

200€ sócios

220€ não sócios

Morada

Rua Norte Júnior, n.º 17 A/D, loja 1, 

1950-205 Bairro dos Lóios – Lisboa

Contactos

Tel: 96 583 16 20 (Tânia Araújo)

mail:geral@mef.pt


Narrativa Fotográfica com Laboratório Preto e Branco com a obra  STORYTELLER  de Duane Michals.

Narrativa Fotográfica com Laboratório Preto e Branco com a obra  STORYTELLER  de Duane Michals.

Na ação de formação Narrativa Fotográfica com Laboratório Preto e Branco tencionamos introduzir, enquanto método de trabalho, situações encenadas e dinâmicas de imagem, na fotografia a preto e branco com suporte em papel fotográfico. 

Partindo da análise da obra “Storyteller” do fotógrafo Duane Michals, pretendemos a construção de um diálogo com o recurso ao pensamento que sustentará o fazer artístico.

Baseado em trabalho de laboratório a preto e branco e na tomada de imagens em processo película, desafiaremos os participantes à construção de um projeto autoral fundamentado na interpretação da obra referida e que possibilitará um percurso performativo na linguagem fotográfica, desde da tomada de imagem até à impressão final.


 [INSCRIÇÃO]


Programa da Formação

Dia 1: Análise da Obra de Duane Michals (23 de Março)

  • A técnica fotográfica;
  • A narrativa;
  • Os processos de construção de imagem;
  • Criatividade pessoal.

Dia 2: Construção de narrativas (30 de Março)

  • Técnicas de experimentação fotográfica em processo de laboratório Preto e Branco;
  • Demonstração de processos de laboratório;
  • Tipos de papel fotográfico;
  • Tipos de acabamentos.

Dia 3: Obtenção de Resultados em Película (6 de Abril)

  • Revelação de películas.

Dia 4: Observação de Resultados I (13 de Abril)

  • Provas de Contacto;
  • Escolha de imagens;
  • Impressão de provas de Leitura.

Dia 5: A fotografia como forma de conhecimento (20 de Abril)

  • Análise crítica ao trabalho desenvolvido.

Dia 6: Obtenção de Resultados em Película (27 de Abril)

  • Revelação de películas.

Dia 7: Observação de Resultados I (4 de Maio)

  • Provas de contacto;
  • Escolha de imagens;
  • Impressão de provas de Leitura.

Dia 8: Observação de Resultados II (11 de Maio)

  • Impressão de provas de Leitura.

Dia 9: A fotografia como forma de conhecimento (18 de Maio)

  • Análise crítica ao trabalho desenvolvido;
  • Edição final das imagens que compõem o trabalho final.

Dia 10: Obtenção dos resultados Finais I (25 de Maio)

  • Impressão das imagens em papel Fotográfico;
  • Técnicas laboratoriais (contrastes, máscaras, processos de experimentação).

Dia 11: Obtenção dos resultados Finais II (1 de Junho)

  • Impressão das imagens em papel Fotográfico;
  • Técnicas laboratoriais (contrastes, máscaras, processos de experimentação).

Dia 12: Obtenção dos resultados Finais III (8 de Junho)

  • Impressão das imagens em papel Fotográfico;
  • Técnicas laboratoriais (contrastes, máscaras, processos de experimentação).

Dia 13: Obtenção dos resultados Finais IV (15 de Junho)

  • Impressão das imagens em papel Fotográfico;
  • Técnicas laboratoriais (contrastes, máscaras, processos de experimentação).

Dia 14: A fotografia como forma de partilha (22 de Junho)

  • Acabamentos e Retoque;
  • Conversa final sobre o trabalho;
  • Discussão do método de apresentação pública do trabalho final realizado.

Nota biográfica

Duane Michals nasceu no ano de 1932 em McKeesport, EUA e afirmou-se como um inovador incansável. O seu contacto com a arte teve início aos 14 anos quando começou a estudar técnica de aguarela em Pittsburgh. A fotografia surgiria de forma ago acidental: foi no decurso de umas férias em que se deslocou à então União Soviética, em 1958, que descobriu o seu interesse pela fotografia. Como tantos outros, iniciou a sua carreira na fotografia comercial. Trabalhou para publicações como a “Esquire” e “Mademoiselle”. Fez a cobertura das filmagens do”The Great Gatsby” para a revista “Vogue”. 

Data de Formação:

De 23 de Março a 22 de Junho de 2020

Consumíveis a adquirir por parte do formando:

Rolos fotográficos de Preto e Branco

Papel Fotográfico 

Material necessário para a elaboração do projeto individual

Consumíveis fornecidos pelo MEF:

Química para revelação e impressão

Horários e dias da formação:

Segundas-feiras – das 19.30h às 23.30h

Horas de Formação:

50h

Nº máximo de participantes:

9

Valor da ação de formação:

200€ sócios

220€ não sócios

Morada

Rua Norte Júnior, n.º 17 A/D, loja 1, 

1950-205 Bairro dos Lóios – Lisboa

Contactos

Tel: 96 583 16 20 (Tânia Araújo)

mail:geral@mef.pt


Narrativa Fotográfica com Laboratório Preto e Branco com a obra  STORYTELLER  de Duane Michals.

Narrativa Fotográfica com Laboratório Preto e Branco com a obra  STORYTELLER  de Duane Michals.

Na ação de formação Narrativa Fotográfica com Laboratório Preto e Branco tencionamos introduzir, enquanto método de trabalho, situações encenadas e dinâmicas de imagem, na fotografia a preto e branco com suporte em papel fotográfico. 

Partindo da análise da obra “Storyteller” do fotógrafo Duane Michals, pretendemos a construção de um diálogo com o recurso ao pensamento que sustentará o fazer artístico.

Baseado em trabalho de laboratório a preto e branco e na tomada de imagens em processo película, desafiaremos os participantes à construção de um projeto autoral fundamentado na interpretação da obra referida e que possibilitará um percurso performativo na linguagem fotográfica, desde da tomada de imagem até à impressão final.


 [INSCRIÇÃO]


Programa da Formação

Dia 1: Análise da Obra de Duane Michals (23 de Março)

  • A técnica fotográfica;
  • A narrativa;
  • Os processos de construção de imagem;
  • Criatividade pessoal.

Dia 2: Construção de narrativas (30 de Março)

  • Técnicas de experimentação fotográfica em processo de laboratório Preto e Branco;
  • Demonstração de processos de laboratório;
  • Tipos de papel fotográfico;
  • Tipos de acabamentos.

Dia 3: Obtenção de Resultados em Película (6 de Abril)

  • Revelação de películas.

Dia 4: Observação de Resultados I (13 de Abril)

  • Provas de Contacto;
  • Escolha de imagens;
  • Impressão de provas de Leitura.

Dia 5: A fotografia como forma de conhecimento (20 de Abril)

  • Análise crítica ao trabalho desenvolvido.

Dia 6: Obtenção de Resultados em Película (27 de Abril)

  • Revelação de películas.

Dia 7: Observação de Resultados I (4 de Maio)

  • Provas de contacto;
  • Escolha de imagens;
  • Impressão de provas de Leitura.

Dia 8: Observação de Resultados II (11 de Maio)

  • Impressão de provas de Leitura.

Dia 9: A fotografia como forma de conhecimento (18 de Maio)

  • Análise crítica ao trabalho desenvolvido;
  • Edição final das imagens que compõem o trabalho final.

Dia 10: Obtenção dos resultados Finais I (25 de Maio)

  • Impressão das imagens em papel Fotográfico;
  • Técnicas laboratoriais (contrastes, máscaras, processos de experimentação).

Dia 11: Obtenção dos resultados Finais II (1 de Junho)

  • Impressão das imagens em papel Fotográfico;
  • Técnicas laboratoriais (contrastes, máscaras, processos de experimentação).

Dia 12: Obtenção dos resultados Finais III (8 de Junho)

  • Impressão das imagens em papel Fotográfico;
  • Técnicas laboratoriais (contrastes, máscaras, processos de experimentação).

Dia 13: Obtenção dos resultados Finais IV (15 de Junho)

  • Impressão das imagens em papel Fotográfico;
  • Técnicas laboratoriais (contrastes, máscaras, processos de experimentação).

Dia 14: A fotografia como forma de partilha (22 de Junho)

  • Acabamentos e Retoque;
  • Conversa final sobre o trabalho;
  • Discussão do método de apresentação pública do trabalho final realizado.

Nota biográfica

Duane Michals nasceu no ano de 1932 em McKeesport, EUA e afirmou-se como um inovador incansável. O seu contacto com a arte teve início aos 14 anos quando começou a estudar técnica de aguarela em Pittsburgh. A fotografia surgiria de forma ago acidental: foi no decurso de umas férias em que se deslocou à então União Soviética, em 1958, que descobriu o seu interesse pela fotografia. Como tantos outros, iniciou a sua carreira na fotografia comercial. Trabalhou para publicações como a “Esquire” e “Mademoiselle”. Fez a cobertura das filmagens do”The Great Gatsby” para a revista “Vogue”. 

Data de Formação:

De 23 de Março a 22 de Junho de 2020

Consumíveis a adquirir por parte do formando:

Rolos fotográficos de Preto e Branco

Papel Fotográfico 

Material necessário para a elaboração do projeto individual

Consumíveis fornecidos pelo MEF:

Química para revelação e impressão

Horários e dias da formação:

Segundas-feiras – das 19.30h às 23.30h

Horas de Formação:

50h

Nº máximo de participantes:

9

Valor da ação de formação:

200€ sócios

220€ não sócios

Morada

Rua Norte Júnior, n.º 17 A/D, loja 1, 

1950-205 Bairro dos Lóios – Lisboa

Contactos

Tel: 96 583 16 20 (Tânia Araújo)

mail:geral@mef.pt


Workshop de Fotografia em Festivais de Música, Misty Fest 2017

22550702_1724652707568443_1919042712_o

O Movimento de Expressão Fotográfica – MEF em colaboração com a Associação Portuguesa de Festivais de Música – APORFEST, promove um novo Workshop de Fotografia em Festivais de Música, para a cobertura fotográfica do Festival Misty Fest 2017, nos seus concertos em Lisboa.

O workshop é composto por: uma componente teórica de fotografia de espectáculo e uma parte prática a realizar ao longo de todo o festival. A parte prática é composta por fotografia dos espectáculos que vão fazer parte do festival.

Programa completo e inscrições em: http://www.mef.pt/mef/workshop-de-fotografia-em-festivais-de-musica-misty-fest/


workshop de fotografia documental no sudeste asiático (Vietname e Cambodja), de 1 a 17 de Dezembro de 2017.

O workshop tem como objectivo a realização de um projecto fotográfico sobre a cultura do sudeste asiático e será orientado por uma equipa de dois formadores do MEF, que acompanhará os projectos individuais a desenvolver pelos participantes.

O projecto consiste na realização de um trabalho documental a ser realizado em dois países do sudeste asiático, Vietname e Cambodja.

A formação fotográfica incidirá no método de aprendizagem através da prática, explorando a vertente estética da imagem e o seu carácter documentalista. A abordagem fotográfica aponta diretamente na orientação do documentário sócio-cultural ilustrando os modos de vida da população local.

Diário de viagem documental construído no Vietname em 2016

[Programa Completo] [Ficha de Inscrição] [Condições e Custos]

::

Datas de viagem

1 a 17 de Dezembro de 2017

Reunião preparatória de viagem

Setembro de 2017

Datas das aulas teóricas antes da viagem

14 e 21 de Novembro de 2017

Custo

O workshop tem o custo individual de 850€ (oitocentos e cinquenta euros), ver condições e custos.

Formadores

Luís Rocha [Formação e Acompanhamento fotográfico]

Tânia Araújo [Produção]

[notas biográficas]


Custo da Viagem

A viagem, com partida de Lisboa para Hanoi (Vietname), e regresso de Siem Riep (Cambodja) para Lisboa, tem o custo previsto de 1050€ (mil e cinquenta euros), sendo que as passagens devem ser adquiridas com antecedência. Aceitam-se inscrições até 31 de Agosto de 2017, de modo a que as passagens sejam compradas todas em conjunto.

Abordagem Fotográfica

Fotografia de Paisagem, Fotografia de Rua, Fotografia de Retrato, Fotografia Documental, Fotografia de Quotidiano.

Destinatários

O workshop de fotografia documental destina-se a todos os viajantes que gostam de fotografar e de partilhar as suas vivências com a população local.


Contactos

Telemóvel: 96 583 16 20 (Tânia Araújo)

Para esclarecimentos de dúvidas: Enviar Mensagem

Morada

Palácio de Laguares, R. Prof. Sousa da Câmara, 156

1070 – 215 Campolide, Lisboa.  VER MAPA


workshop de fotografia documental no sudeste asiático (Vietname e Cambodja), de 1 a 17 de Dezembro de 2017.

O workshop tem como objectivo a realização de um projecto fotográfico sobre a cultura do sudeste asiático e será orientado por uma equipa de dois formadores do MEF, que acompanhará os projectos individuais a desenvolver pelos participantes.

O projecto consiste na realização de um trabalho documental a ser realizado em dois países do sudeste asiático, Vietname e Cambodja.

A formação fotográfica incidirá no método de aprendizagem através da prática, explorando a vertente estética da imagem e o seu carácter documentalista. A abordagem fotográfica aponta diretamente na orientação do documentário sócio-cultural ilustrando os modos de vida da população local.

Diário de viagem documental construído no Vietname em 2016

[Programa Completo] [Ficha de Inscrição] [Condições e Custos]

::

Existe apenas uma vaga para esta viagem fotográfica!

Datas de viagem

1 a 17 de Dezembro de 2017

Reunião preparatória de viagem

Setembro de 2017

Datas das aulas teóricas antes da viagem

14 e 21 de Novembro de 2017

Custo

O workshop tem o custo individual de 850€ (oitocentos e cinquenta euros), ver condições e custos.

Formadores

Luís Rocha [Formação e Acompanhamento fotográfico]

Tânia Araújo [Produção]

[notas biográficas]


Custo da Viagem

A viagem, com partida de Lisboa para Hanoi (Vietname), e regresso de Siem Riep (Cambodja) para Lisboa, tem o custo previsto de 1050€ (mil e cinquenta euros), sendo que as passagens devem ser adquiridas com antecedência. Aceitam-se inscrições até 31 de Agosto de 2017, de modo a que as passagens sejam compradas todas em conjunto.

Abordagem Fotográfica

Fotografia de Paisagem, Fotografia de Rua, Fotografia de Retrato, Fotografia Documental, Fotografia de Quotidiano.

Destinatários

O workshop de fotografia documental destina-se a todos os viajantes que gostam de fotografar e de partilhar as suas vivências com a população local.


Contactos

Telemóvel: 96 583 16 20 (Tânia Araújo)

Para esclarecimentos de dúvidas: Enviar Mensagem

Morada

Palácio de Laguares, R. Prof. Sousa da Câmara, 156

1070 – 215 Campolide, Lisboa.  VER MAPA


workshop de fotografia documental no sudeste asiático (Vietname e Cambodja), de 1 a 17 de Dezembro de 2017.

O workshop tem como objectivo a realização de um projecto fotográfico sobre a cultura do sudeste asiático e será orientado por uma equipa de dois formadores do MEF, que acompanhará os projectos individuais a desenvolver pelos participantes.

O projecto consiste na realização de um trabalho documental a ser realizado em dois países do sudeste asiático, Vietname e Cambodja.

A formação fotográfica incidirá no método de aprendizagem através da prática, explorando a vertente estética da imagem e o seu carácter documentalista. A abordagem fotográfica aponta diretamente na orientação do documentário sócio-cultural ilustrando os modos de vida da população local.

Diário de viagem documental construído no Vietname em 2016

[Programa Completo] [Ficha de Inscrição] [Condições e Custos]

::

Existe apenas uma vaga para esta viagem fotográfica!

Datas de viagem

1 a 17 de Dezembro de 2017

Reunião preparatória de viagem

Setembro de 2017

Datas das aulas teóricas antes da viagem

14 e 21 de Novembro de 2017

Custo

O workshop tem o custo individual de 850€ (oitocentos e cinquenta euros), ver condições e custos.

Formadores

Luís Rocha [Formação e Acompanhamento fotográfico]

Tânia Araújo [Produção]

[notas biográficas]


Custo da Viagem

A viagem, com partida de Lisboa para Hanoi (Vietname), e regresso de Siem Riep (Cambodja) para Lisboa, tem o custo previsto de 1050€ (mil e cinquenta euros), sendo que as passagens devem ser adquiridas com antecedência. Aceitam-se inscrições até 31 de Agosto de 2017, de modo a que as passagens sejam compradas todas em conjunto.

Abordagem Fotográfica

Fotografia de Paisagem, Fotografia de Rua, Fotografia de Retrato, Fotografia Documental, Fotografia de Quotidiano.

Destinatários

O workshop de fotografia documental destina-se a todos os viajantes que gostam de fotografar e de partilhar as suas vivências com a população local.


Contactos

Telemóvel: 96 583 16 20 (Tânia Araújo)

Para esclarecimentos de dúvidas: Enviar Mensagem

Morada

Palácio de Laguares, R. Prof. Sousa da Câmara, 156

1070 – 215 Campolide, Lisboa.  VER MAPA


Workshop de Fotografia de Teatro no Fatal – 18º Festival Anual de Teatro Académico de Lisboa.

Últimas inscrições disponíveis!

O Movimento de Expressão Fotográfica – MEF em colaboração com a Reitoria da Universidade de Lisboa, promove um Workshop de Fotografia de Teatro, para a cobertura fotográfica completa do Fatal – 18º Festival Anual de Teatro Académico de Lisboa.

ws_mef_tania-araujo_fatal

O Workshop é composto por uma componente teórica de fotografia de cena e por uma parte prática a realizar ao longo de todo o festival. A parte prática é composta por fotografia dos espectáculos que vão fazer parte do festival e por fotografia de reportagem do ambiente que envolve todo o festival.

Serão criadas equipas de trabalho para a cobertura do festival, sendo estas coordenadas no terreno pela formadora Tânia Araújo e em sala de aula pelo formador Luís Rocha.

fatal


Documentos

Programa Completo

Formulário de Inscrição


Datas de formação

De 18 de Abril a 18 de Maio de 2017

Valor do Workshop

125€ (público geral)

110€ (alunos da Universidade Lisboa* / associados do MEF)

Local de Formação

Sessões teóricas e de edição de imagem

Palácio de Laguares/Espaço MEF

Sessões práticas

Mediante programação do FATAL  [página facebook] [site]

Formadores

Luís Rocha [nota biográfica]

Tânia Araújo  [nota biográfica]

Organização

Reitoria da Universidade de Lisboa

Movimento de Expressão Fotográfica – MEF


* desconto na ação de formação mediante a apresentação de um comprovativo de aluno da Universidade de Lisboa.


Contactos

Telemóvel: 96 583 16 20 (Tânia Araújo)

Email: geral@mef.pt

Para esclarecimentos de dúvidas: Enviar Mensagem

Morada

Palácio de Laguares, R. Prof. Sousa da Câmara, 156

1070 – 215 Campolide, Lisboa.  VER MAPA


 

Workshop de Fotografia de Teatro no Fatal – 18º Festival Anual de Teatro Académico de Lisboa.

O Movimento de Expressão Fotográfica – MEF em colaboração com a Reitoria da Universidade de Lisboa, promove um Workshop de Fotografia de Teatro, para a cobertura fotográfica completa do Fatal – 18º Festival Anual de Teatro Académico de Lisboa.

ws_mef_tania-araujo_fatal

O Workshop é composto por uma componente teórica de fotografia de cena e por uma parte prática a realizar ao longo de todo o festival. A parte prática é composta por fotografia dos espectáculos que vão fazer parte do festival e por fotografia de reportagem do ambiente que envolve todo o festival.

Serão criadas equipas de trabalho para a cobertura do festival, sendo estas coordenadas no terreno pela formadora Tânia Araújo e em sala de aula pelo formador Luís Rocha.

fatal


Documentos

Programa Completo

Formulário de Inscrição


Datas de formação

De 18 de Abril a 18 de Maio de 2017

Valor do Workshop

125€ (público geral)

110€ (alunos da Universidade Lisboa* / associados do MEF)

Local de Formação

Sessões teóricas e de edição de imagem

Palácio de Laguares/Espaço MEF

Sessões práticas

Mediante programação do FATAL  [página facebook] [site]

Formadores

Luís Rocha [nota biográfica]

Tânia Araújo  [nota biográfica]

Organização

Reitoria da Universidade de Lisboa

Movimento de Expressão Fotográfica – MEF


* desconto na ação de formação mediante a apresentação de um comprovativo de aluno da Universidade de Lisboa.


Contactos

Telemóvel: 96 583 16 20 (Tânia Araújo)

Email: geral@mef.pt

Para esclarecimentos de dúvidas: Enviar Mensagem

Morada

Palácio de Laguares, R. Prof. Sousa da Câmara, 156

1070 – 215 Campolide, Lisboa.  VER MAPA


 

Workshop de Fotografia de Teatro no Fatal – 18º Festival Anual de Teatro Académico de Lisboa.

O Movimento de Expressão Fotográfica – MEF em colaboração com a Reitoria da Universidade de Lisboa, promove um Workshop de Fotografia de Teatro, para a cobertura fotográfica completa do Fatal – 18º Festival Anual de Teatro Académico de Lisboa.

ws_mef_tania-araujo_fatal

O Workshop é composto por uma componente teórica de fotografia de cena e por uma parte prática a realizar ao longo de todo o festival. A parte prática é composta por fotografia dos espectáculos que vão fazer parte do festival e por fotografia de reportagem do ambiente que envolve todo o festival.

Serão criadas equipas de trabalho para a cobertura do festival, sendo estas coordenadas no terreno pela formadora Tânia Araújo e em sala de aula pelo formador Luís Rocha.

fatal


Documentos

Programa Completo

Formulário de Inscrição


Datas de formação

De 18 de Abril a 18 de Maio de 2017

Valor do Workshop

125€ (público geral)

110€ (alunos da Universidade Lisboa* / associados do MEF)

Local de Formação

Sessões teóricas e de edição de imagem

Palácio de Laguares/Espaço MEF

Sessões práticas

Mediante programação do FATAL  [página facebook] [site]

Formadores

Luís Rocha [nota biográfica]

Tânia Araújo  [nota biográfica]

Organização

Reitoria da Universidade de Lisboa

Movimento de Expressão Fotográfica – MEF


* desconto na ação de formação mediante a apresentação de um comprovativo de aluno da Universidade de Lisboa.


Contactos

Telemóvel: 96 583 16 20 (Tânia Araújo)

Email: geral@mef.pt

Para esclarecimentos de dúvidas: Enviar Mensagem

Morada

Palácio de Laguares, R. Prof. Sousa da Câmara, 156

1070 – 215 Campolide, Lisboa.  VER MAPA


 

workshop de fotografia documental no sudeste asiático (Vietname e Cambodja), de 1 a 17 de Dezembro de 2017.

O workshop tem como objectivo a realização de um projecto fotográfico sobre a cultura do sudeste asiático e será orientado por uma equipa de dois formadores do MEF, que acompanhará os projectos individuais a desenvolver pelos participantes.

O projecto consiste na realização de um trabalho documental a ser realizado em dois países do sudeste asiático, Vietname e Cambodja.

A formação fotográfica incidirá no método de aprendizagem através da prática, explorando a vertente estética da imagem e o seu carácter documentalista. A abordagem fotográfica aponta diretamente na orientação do documentário sócio-cultural ilustrando os modos de vida da população local.

Diário de viagem documental construído no Vietname em 2016

[Programa Completo] [Ficha de Inscrição] [Condições e Custos]

::

Datas de viagem

1 a 17 de Dezembro de 2017

Reunião preparatória de viagem

Setembro de 2017

Datas das aulas teóricas antes da viagem

14 e 21 de Novembro de 2017

Custo

O workshop tem o custo individual de 850€ (oitocentos e cinquenta euros), ver condições e custos.

Formadores

Luís Rocha [Formação e Acompanhamento fotográfico]

Tânia Araújo [Produção]

[notas biográficas]


Custo da Viagem

A viagem, com partida de Lisboa para Hanoi (Vietname), e regresso de Siem Riep (Cambodja) para Lisboa, tem o custo previsto de 1050€ (mil e cinquenta euros), sendo que as passagens devem ser adquiridas com antecedência. Aceitam-se inscrições até 31 de Agosto de 2017, de modo a que as passagens sejam compradas todas em conjunto.

Abordagem Fotográfica

Fotografia de Paisagem, Fotografia de Rua, Fotografia de Retrato, Fotografia Documental, Fotografia de Quotidiano.

Destinatários

O workshop de fotografia documental destina-se a todos os viajantes que gostam de fotografar e de partilhar as suas vivências com a população local.


Contactos

Telemóvel: 96 583 16 20 (Tânia Araújo)

Para esclarecimentos de dúvidas: Enviar Mensagem

Morada

Palácio de Laguares, R. Prof. Sousa da Câmara, 156

1070 – 215 Campolide, Lisboa.  VER MAPA


workshop de fotografia documental no sudeste asiático (Vietname e Cambodja), de 1 a 17 de Dezembro de 2017.

O workshop tem como objectivo a realização de um projecto fotográfico sobre a cultura do sudeste asiático e será orientado por uma equipa de dois formadores do MEF, que acompanhará os projectos individuais a desenvolver pelos participantes.

O projecto consiste na realização de um trabalho documental a ser realizado em dois países do sudeste asiático, Vietname e Cambodja.

A formação fotográfica incidirá no método de aprendizagem através da prática, explorando a vertente estética da imagem e o seu carácter documentalista. A abordagem fotográfica aponta diretamente na orientação do documentário sócio-cultural ilustrando os modos de vida da população local.

Diário de viagem documental construído no Vietname em 2016
Hoi an, Vietname. © Luís Rocha

[Programa Completo] [Ficha de Inscrição] [Condições e Custos]

::

Datas de viagem

1 a 17 de Dezembro de 2017

Reunião preparatória de viagem

Setembro de 2017

Datas das aulas teóricas antes da viagem

14 e 21 de Novembro de 2017

Custo

O workshop tem o custo individual de 850€ (oitocentos e cinquenta euros), ver condições e custos.

Formadores

Luís Rocha [Formação e Acompanhamento fotográfico]

Tânia Araújo [Produção]

[notas biográficas]


Custo da Viagem

A viagem, com partida de Lisboa para Hanoi (Vietname), e regresso de Siem Riep (Cambodja) para Lisboa, tem o custo previsto de 1050€ (mil e cinquenta euros), sendo que as passagens devem ser adquiridas com antecedência. Aceitam-se inscrições até 31 de Agosto de 2017, de modo a que as passagens sejam compradas todas em conjunto.

Abordagem Fotográfica

Fotografia de Paisagem, Fotografia de Rua, Fotografia de Retrato, Fotografia Documental, Fotografia de Quotidiano.

Destinatários

O workshop de fotografia documental destina-se a todos os viajantes que gostam de fotografar e de partilhar as suas vivências com a população local.


Contactos

Telemóvel: 96 583 16 20 (Tânia Araújo)

Para esclarecimentos de dúvidas: Enviar Mensagem

Morada

Palácio de Laguares, R. Prof. Sousa da Câmara, 156

1070 – 215 Campolide, Lisboa.  VER MAPA


Livro Fotográfico e Curadoria de Exposições, Curso de Fotografia Documental e Projecto Pessoal

Curso de Fotografia Documental e Projecto Pessoal tem por objectivo dotar os alunos de competências específicas para o desenvolvimento da “sua” fotografia no campo documental, bem como prepará-los e acompanhá-los no desenvolvimento de um projecto próprio.

varios-mef-el-silencio-de-las-cosas-josef-sudek-revisitado_2

[Programa completo]   [Formulário de inscrição]

Oficina 3

Livro Fotográfico | As sessões dedicadas a Livro fotográfico farão um breve enquadramento histórico do mesmo, dos primeiros livros às publicações de hoje. Discutir-se-á a Fotografia em papel e o conceito de “livro”, abordando também o lugar do “leitor fotográfico” e a sua visão.

Construção de Fotolivro | Este módulo do curso tem como objectivo final a criação por cada um dos participantes, de um fotolivro com as imagens selecionadas. Falaremos da criação de narrativa através de imagens, da criação de um layout, das ferramentas necessárias para tal e das diferentes possibilidades que os fotolivros apresentam. Este módulo é dividido em três momentos:

  • Apresentação de exemplos de fotolivros; abordagem de diferentes tipos de narrativa e de formas de pensar o livro; abordagem de ferramentas no indd para a criação de um layout gráfico.
  • Acompanhamento individual dos projectos a figurar em livro
  •  Conclusão final do projecto para impressão.

Curadoria de Exposições | Nestas sessões pretendemos, com base nos projectos fotográficos desenvolvidos na Oficina 2, ou a partir de trabalhos realizados em contexto anterior, produzir uma exposição colectiva com os trabalhos fotográficos propostos. Abordaremos a curadoria e a montagem de uma exposição desde a sua vertente de planificação até à prática em espaço expositivo.


Formadores

Bruno Castro – Livro Fotográfico

 [nota biográfica]

Ilhas Studio – Construção de Fotolivro

[nota biográfica] [site]

Cláudia Camacho – Curadoria de Exposições

[nota biográfica]

Nota 2: a impressão final do fotolivro é facultativa. O valor de impressão será suportado pelo participante na Oficina.

Nota 3: O local da exposição final dos trabalhos será anunciado no decorrer do módulo.


Horário

De 5 Maio a 24 de Junho 2016 | 24 horas

19:30h/21:30h – sextas-feiras

13 de Maio, das 15h30m às 17h30m – Sábado

27 de Maio , das 15h30m às 20h30m – Sábado

24 de Junho, das 14h30m às 18h30m – Sábado

Valor Oficina 

180€ (novos alunos / não associados)

160€ (sócios MEF)


Contactos

Telemóvel: 96 583 16 20 (Tânia Araújo)

Para esclarecimentos de dúvidas: Enviar Mensagem

Morada

Palácio de Laguares, R. Prof. Sousa da Câmara, 156

1070 – 215 Campolide, Lisboa.  VER MAPA


Workshop de Fotografia de Teatro no Fatal – 18º Festival Anual de Teatro Académico de Lisboa.

O Movimento de Expressão Fotográfica – MEF em colaboração com a Reitoria da Universidade de Lisboa, promove um Workshop de Fotografia de Teatro, para a cobertura fotográfica completa do Fatal – 18º Festival Anual de Teatro Académico de Lisboa.

ws_mef_tania-araujo_fatal
© Tânia Araújo

O Workshop é composto por uma componente teórica de fotografia de cena e por uma parte prática a realizar ao longo de todo o festival. A parte prática é composta por fotografia dos espectáculos que vão fazer parte do festival e por fotografia de reportagem do ambiente que envolve todo o festival.

Serão criadas equipas de trabalho para a cobertura do festival, sendo estas coordenadas no terreno pela formadora Tânia Araújo e em sala de aula pelo formador Luís Rocha.

fatal


Documentos

Programa Completo

Formulário de Inscrição


Datas de formação

De 18 de Abril a 18 de Maio de 2017

Valor do Workshop

125€ (público geral)

110€ (alunos da Universidade Lisboa* / associados do MEF)

Local de Formação

Sessões teóricas e de edição de imagem

Palácio de Laguares/Espaço MEF

Sessões práticas

Mediante programação do FATAL  [página facebook] [site]

Formadores

Luís Rocha [nota biográfica]

Tânia Araújo  [nota biográfica]

Organização

Reitoria da Universidade de Lisboa

Movimento de Expressão Fotográfica – MEF


* desconto na ação de formação mediante a apresentação de um comprovativo de aluno da Universidade de Lisboa.


Contactos

Telemóvel: 96 583 16 20 (Tânia Araújo)

Email: geral@mef.pt

Para esclarecimentos de dúvidas: Enviar Mensagem

Morada

Palácio de Laguares, R. Prof. Sousa da Câmara, 156

1070 – 215 Campolide, Lisboa.  VER MAPA