Arquivo da categoria: Formação

Workshop de Fotografia em Festivais de Música, Misty Fest 2017

22550702_1724652707568443_1919042712_o

O Movimento de Expressão Fotográfica – MEF em colaboração com a Associação Portuguesa de Festivais de Música – APORFEST, promove um novo Workshop de Fotografia em Festivais de Música, para a cobertura fotográfica do Festival Misty Fest 2017, nos seus concertos em Lisboa.

O workshop é composto por: uma componente teórica de fotografia de espectáculo e uma parte prática a realizar ao longo de todo o festival. A parte prática é composta por fotografia dos espectáculos que vão fazer parte do festival.

Programa completo e inscrições em: http://www.mef.pt/mef/workshop-de-fotografia-em-festivais-de-musica-misty-fest/


Anúncios

Curso de Iniciação à Fotografia, Viana do Castelo

Curso de Iniciação à Fotografia pretende dar a conhecer a fotografia enquanto forma diferente de interpretar a realidade. Tirando partido das câmaras fotográficas, os participantes utilizarão a fotografia como meio de exploração do seu próprio quotidiano, fotografando mediante directrizes estéticas apreendidas no curso.

PortoPalafitico©LuisRocha2016

No final do curso de iniciação à fotografia os formandos deverão estar habilitados a:

·  Identificar os princípios básicos da técnica fotográfica;

·  Trabalhar com os princípios básicos da estética fotográfica;

·  Utilizar a câmara fotográfica em modo manual.

Viana do Castelo | Julho-Agosto 2017

O Movimento de Expressão Fotográfica – MEF, em parceria com a Íris Inclusiva, promove um Curso de Iniciação à Fotografia em Viana do Castelo. O Curso de Iniciação à Fotografia pretende dar a conhecer a fotografia enquanto forma diferente de interpretar a realidade. Tirando partido das máquinas fotográficas, os participantes utilizarão a fotografia como meio de exploração do seu próprio quotidiano, fotografando mediante diretrizes estéticas apreendidas no curso. Este curso é constituído por uma parte teórica, em que são dados os princípios básicos da fotografia. Serão ainda realizados três trabalhos práticos em que se aborda a vertente da fotografia digital.

Conteúdo Programático | Os diversos modelos de câmaras fotográficas. Mecânicas e Digitais. Os formatos existentes (pequeno, médio e grande formato). Tipos de Câmaras fotográficas: SLR, TLR, visor direto, câmaras digitais. Fotografia Estenopeica. Corpo da máquina: Obturador, diafragma, sensor, cuidados na manutenção. Objetivas: distância focal variável, grande-angular, normal, tele- objetiva. Fotometria: Controlo da exposição, fotómetro, sub- exposição e sobre-exposição. Flash: Velocidade de sincronismo do flash. Nº guia do flash. Iluminação: Luz de enchimento, luz lateral e frontal. Luz reflectida e luz direta. Medição de luz: Reflectida e incidente. Temperatura de cor e balanço de brancos. O filme de preto e branco. Sensibilidade: ISO lento, médio e rápido. Filtros: definição, tipo, utilidade, características. Equipamento básico. Composição: Regras e formas de interpretação do assunto fotografado. Análise dos exercícios realizados durante a ação de formação. Saídas fotográficas em ambiente urbano e/ou rural.

  [INSCRIÇÃO] [PROGRAMA COMPLETO]

Carga horária

27 Horas

Horário

Aulas Teóricas – 18h30/20h30

Datas de Formação

11 de Julho a 4 de Agosto de 2017

Dias de formação

Terças e Quintas (teóricas)

Sábados (práticas)

Valor da formação

100€

Formador

Luís Rocha

Local da formação e entidade parceira

iris_logo_2

Associação Íris Inclusiva

Rua Maestro Francisco Sá Noronha, nº 199, R/C

4900-411 Viana do Castelo


Contactos e inscrições

e-mail: geral@mef.pt 

tel: 965 831 620 (Tânia Araújo)


Curso de Iniciação à Fotografia em Viana do Castelo

Curso de Iniciação à Fotografia pretende dar a conhecer a fotografia enquanto forma diferente de interpretar a realidade. Tirando partido das câmaras fotográficas, os participantes utilizarão a fotografia como meio de exploração do seu próprio quotidiano, fotografando mediante directrizes estéticas apreendidas no curso.

PortoPalafitico©LuisRocha2016

No final do curso de iniciação à fotografia os formandos deverão estar habilitados a:

·  Identificar os princípios básicos da técnica fotográfica;

·  Trabalhar com os princípios básicos da estética fotográfica;

·  Utilizar a câmara fotográfica em modo manual.

Viana do Castelo | Julho-Agosto 2017

O Movimento de Expressão Fotográfica – MEF, em parceria com a Íris Inclusiva, promove um Curso de Iniciação à Fotografia em Viana do Castelo. O Curso de Iniciação à Fotografia pretende dar a conhecer a fotografia enquanto forma diferente de interpretar a realidade. Tirando partido das máquinas fotográficas, os participantes utilizarão a fotografia como meio de exploração do seu próprio quotidiano, fotografando mediante diretrizes estéticas apreendidas no curso. Este curso é constituído por uma parte teórica, em que são dados os princípios básicos da fotografia. Serão ainda realizados três trabalhos práticos em que se aborda a vertente da fotografia digital.

Conteúdo Programático | Os diversos modelos de câmaras fotográficas. Mecânicas e Digitais. Os formatos existentes (pequeno, médio e grande formato). Tipos de Câmaras fotográficas: SLR, TLR, visor direto, câmaras digitais. Fotografia Estenopeica. Corpo da máquina: Obturador, diafragma, sensor, cuidados na manutenção. Objetivas: distância focal variável, grande-angular, normal, tele- objetiva. Fotometria: Controlo da exposição, fotómetro, sub- exposição e sobre-exposição. Flash: Velocidade de sincronismo do flash. Nº guia do flash. Iluminação: Luz de enchimento, luz lateral e frontal. Luz reflectida e luz direta. Medição de luz: Reflectida e incidente. Temperatura de cor e balanço de brancos. O filme de preto e branco. Sensibilidade: ISO lento, médio e rápido. Filtros: definição, tipo, utilidade, características. Equipamento básico. Composição: Regras e formas de interpretação do assunto fotografado. Análise dos exercícios realizados durante a ação de formação. Saídas fotográficas em ambiente urbano e/ou rural.

  [INSCRIÇÃO] [PROGRAMA COMPLETO]

Carga horária

27 Horas

Horário

Aulas Teóricas – 18h30/20h30

Datas de Formação

11 de Julho a 4 de Agosto de 2017

Dias de formação

Terças e Quintas (teóricas)

Sábados (práticas)

Valor da formação

100€

Formador

Luís Rocha

Local da formação e entidade parceira

iris_logo_2

Associação Íris Inclusiva

Rua Maestro Francisco Sá Noronha, nº 199, R/C

4900-411 Viana do Castelo


Contactos e inscrições

e-mail: geral@mef.pt 

tel: 965 831 620 (Tânia Araújo)


Curso de Iniciação à Fotografia, Viana do Castelo

Curso de Iniciação à Fotografia pretende dar a conhecer a fotografia enquanto forma diferente de interpretar a realidade. Tirando partido das câmaras fotográficas, os participantes utilizarão a fotografia como meio de exploração do seu próprio quotidiano, fotografando mediante directrizes estéticas apreendidas no curso.

PortoPalafitico©LuisRocha2016

No final do curso de iniciação à fotografia os formandos deverão estar habilitados a:

·  Identificar os princípios básicos da técnica fotográfica;

·  Trabalhar com os princípios básicos da estética fotográfica;

·  Utilizar a câmara fotográfica em modo manual.

Viana do Castelo | Julho-Agosto 2017

O Movimento de Expressão Fotográfica – MEF, em parceria com a Íris Inclusiva, promove um Curso de Iniciação à Fotografia em Viana do Castelo. O Curso de Iniciação à Fotografia pretende dar a conhecer a fotografia enquanto forma diferente de interpretar a realidade. Tirando partido das máquinas fotográficas, os participantes utilizarão a fotografia como meio de exploração do seu próprio quotidiano, fotografando mediante diretrizes estéticas apreendidas no curso. Este curso é constituído por uma parte teórica, em que são dados os princípios básicos da fotografia. Serão ainda realizados três trabalhos práticos em que se aborda a vertente da fotografia digital.

Conteúdo Programático | Os diversos modelos de câmaras fotográficas. Mecânicas e Digitais. Os formatos existentes (pequeno, médio e grande formato). Tipos de Câmaras fotográficas: SLR, TLR, visor direto, câmaras digitais. Fotografia Estenopeica. Corpo da máquina: Obturador, diafragma, sensor, cuidados na manutenção. Objetivas: distância focal variável, grande-angular, normal, tele- objetiva. Fotometria: Controlo da exposição, fotómetro, sub- exposição e sobre-exposição. Flash: Velocidade de sincronismo do flash. Nº guia do flash. Iluminação: Luz de enchimento, luz lateral e frontal. Luz reflectida e luz direta. Medição de luz: Reflectida e incidente. Temperatura de cor e balanço de brancos. O filme de preto e branco. Sensibilidade: ISO lento, médio e rápido. Filtros: definição, tipo, utilidade, características. Equipamento básico. Composição: Regras e formas de interpretação do assunto fotografado. Análise dos exercícios realizados durante a ação de formação. Saídas fotográficas em ambiente urbano e/ou rural.

  [INSCRIÇÃO] [PROGRAMA COMPLETO]

Carga horária

27 Horas

Horário

Aulas Teóricas – 18h30/20h30

Datas de Formação

11 de Julho a 4 de Agosto de 2017

Dias de formação

Terças e Quintas (teóricas)

Sábados (práticas)

Valor da formação

100€

Formador

Luís Rocha

Local da formação e entidade parceira

iris_logo_2

Associação Íris Inclusiva

Rua Maestro Francisco Sá Noronha, nº 199, R/C
4900-411 Viana do Castelo


Contactos e inscrições

e-mail: geral@mef.pt 

tel: 965 831 620 (Tânia Araújo)


Workshop de Fotografia de Teatro no Fatal – 18º Festival Anual de Teatro Académico de Lisboa.

Últimas inscrições disponíveis!

O Movimento de Expressão Fotográfica – MEF em colaboração com a Reitoria da Universidade de Lisboa, promove um Workshop de Fotografia de Teatro, para a cobertura fotográfica completa do Fatal – 18º Festival Anual de Teatro Académico de Lisboa.

ws_mef_tania-araujo_fatal

O Workshop é composto por uma componente teórica de fotografia de cena e por uma parte prática a realizar ao longo de todo o festival. A parte prática é composta por fotografia dos espectáculos que vão fazer parte do festival e por fotografia de reportagem do ambiente que envolve todo o festival.

Serão criadas equipas de trabalho para a cobertura do festival, sendo estas coordenadas no terreno pela formadora Tânia Araújo e em sala de aula pelo formador Luís Rocha.

fatal


Documentos

Programa Completo

Formulário de Inscrição


Datas de formação

De 18 de Abril a 18 de Maio de 2017

Valor do Workshop

125€ (público geral)

110€ (alunos da Universidade Lisboa* / associados do MEF)

Local de Formação

Sessões teóricas e de edição de imagem

Palácio de Laguares/Espaço MEF

Sessões práticas

Mediante programação do FATAL  [página facebook] [site]

Formadores

Luís Rocha [nota biográfica]

Tânia Araújo  [nota biográfica]

Organização

Reitoria da Universidade de Lisboa

Movimento de Expressão Fotográfica – MEF


* desconto na ação de formação mediante a apresentação de um comprovativo de aluno da Universidade de Lisboa.


Contactos

Telemóvel: 96 583 16 20 (Tânia Araújo)

Email: geral@mef.pt

Para esclarecimentos de dúvidas: Enviar Mensagem

Morada

Palácio de Laguares, R. Prof. Sousa da Câmara, 156

1070 – 215 Campolide, Lisboa.  VER MAPA


 

Workshop de Fotografia de Teatro no Fatal – 18º Festival Anual de Teatro Académico de Lisboa.

O Movimento de Expressão Fotográfica – MEF em colaboração com a Reitoria da Universidade de Lisboa, promove um Workshop de Fotografia de Teatro, para a cobertura fotográfica completa do Fatal – 18º Festival Anual de Teatro Académico de Lisboa.

ws_mef_tania-araujo_fatal

O Workshop é composto por uma componente teórica de fotografia de cena e por uma parte prática a realizar ao longo de todo o festival. A parte prática é composta por fotografia dos espectáculos que vão fazer parte do festival e por fotografia de reportagem do ambiente que envolve todo o festival.

Serão criadas equipas de trabalho para a cobertura do festival, sendo estas coordenadas no terreno pela formadora Tânia Araújo e em sala de aula pelo formador Luís Rocha.

fatal


Documentos

Programa Completo

Formulário de Inscrição


Datas de formação

De 18 de Abril a 18 de Maio de 2017

Valor do Workshop

125€ (público geral)

110€ (alunos da Universidade Lisboa* / associados do MEF)

Local de Formação

Sessões teóricas e de edição de imagem

Palácio de Laguares/Espaço MEF

Sessões práticas

Mediante programação do FATAL  [página facebook] [site]

Formadores

Luís Rocha [nota biográfica]

Tânia Araújo  [nota biográfica]

Organização

Reitoria da Universidade de Lisboa

Movimento de Expressão Fotográfica – MEF


* desconto na ação de formação mediante a apresentação de um comprovativo de aluno da Universidade de Lisboa.


Contactos

Telemóvel: 96 583 16 20 (Tânia Araújo)

Email: geral@mef.pt

Para esclarecimentos de dúvidas: Enviar Mensagem

Morada

Palácio de Laguares, R. Prof. Sousa da Câmara, 156

1070 – 215 Campolide, Lisboa.  VER MAPA


 

Workshop de Fotografia de Teatro no Fatal – 18º Festival Anual de Teatro Académico de Lisboa.

O Movimento de Expressão Fotográfica – MEF em colaboração com a Reitoria da Universidade de Lisboa, promove um Workshop de Fotografia de Teatro, para a cobertura fotográfica completa do Fatal – 18º Festival Anual de Teatro Académico de Lisboa.

ws_mef_tania-araujo_fatal

O Workshop é composto por uma componente teórica de fotografia de cena e por uma parte prática a realizar ao longo de todo o festival. A parte prática é composta por fotografia dos espectáculos que vão fazer parte do festival e por fotografia de reportagem do ambiente que envolve todo o festival.

Serão criadas equipas de trabalho para a cobertura do festival, sendo estas coordenadas no terreno pela formadora Tânia Araújo e em sala de aula pelo formador Luís Rocha.

fatal


Documentos

Programa Completo

Formulário de Inscrição


Datas de formação

De 18 de Abril a 18 de Maio de 2017

Valor do Workshop

125€ (público geral)

110€ (alunos da Universidade Lisboa* / associados do MEF)

Local de Formação

Sessões teóricas e de edição de imagem

Palácio de Laguares/Espaço MEF

Sessões práticas

Mediante programação do FATAL  [página facebook] [site]

Formadores

Luís Rocha [nota biográfica]

Tânia Araújo  [nota biográfica]

Organização

Reitoria da Universidade de Lisboa

Movimento de Expressão Fotográfica – MEF


* desconto na ação de formação mediante a apresentação de um comprovativo de aluno da Universidade de Lisboa.


Contactos

Telemóvel: 96 583 16 20 (Tânia Araújo)

Email: geral@mef.pt

Para esclarecimentos de dúvidas: Enviar Mensagem

Morada

Palácio de Laguares, R. Prof. Sousa da Câmara, 156

1070 – 215 Campolide, Lisboa.  VER MAPA


 

Livro Fotográfico e Curadoria de Exposições, Curso de Fotografia Documental e Projecto Pessoal

Curso de Fotografia Documental e Projecto Pessoal tem por objectivo dotar os alunos de competências específicas para o desenvolvimento da “sua” fotografia no campo documental, bem como prepará-los e acompanhá-los no desenvolvimento de um projecto próprio.

varios-mef-el-silencio-de-las-cosas-josef-sudek-revisitado_2

[Programa completo]   [Formulário de inscrição]

Oficina 3

Livro Fotográfico | As sessões dedicadas a Livro fotográfico farão um breve enquadramento histórico do mesmo, dos primeiros livros às publicações de hoje. Discutir-se-á a Fotografia em papel e o conceito de “livro”, abordando também o lugar do “leitor fotográfico” e a sua visão.

Construção de Fotolivro | Este módulo do curso tem como objectivo final a criação por cada um dos participantes, de um fotolivro com as imagens selecionadas. Falaremos da criação de narrativa através de imagens, da criação de um layout, das ferramentas necessárias para tal e das diferentes possibilidades que os fotolivros apresentam. Este módulo é dividido em três momentos:

  • Apresentação de exemplos de fotolivros; abordagem de diferentes tipos de narrativa e de formas de pensar o livro; abordagem de ferramentas no indd para a criação de um layout gráfico.
  • Acompanhamento individual dos projectos a figurar em livro
  •  Conclusão final do projecto para impressão.

Curadoria de Exposições | Nestas sessões pretendemos, com base nos projectos fotográficos desenvolvidos na Oficina 2, ou a partir de trabalhos realizados em contexto anterior, produzir uma exposição colectiva com os trabalhos fotográficos propostos. Abordaremos a curadoria e a montagem de uma exposição desde a sua vertente de planificação até à prática em espaço expositivo.


Formadores

Bruno Castro – Livro Fotográfico

 [nota biográfica]

Ilhas Studio – Construção de Fotolivro

[nota biográfica] [site]

Cláudia Camacho – Curadoria de Exposições

[nota biográfica]

Nota 2: a impressão final do fotolivro é facultativa. O valor de impressão será suportado pelo participante na Oficina.

Nota 3: O local da exposição final dos trabalhos será anunciado no decorrer do módulo.


Horário

De 5 Maio a 24 de Junho 2016 | 24 horas

19:30h/21:30h – sextas-feiras

13 de Maio, das 15h30m às 17h30m – Sábado

27 de Maio , das 15h30m às 20h30m – Sábado

24 de Junho, das 14h30m às 18h30m – Sábado

Valor Oficina 

180€ (novos alunos / não associados)

160€ (sócios MEF)


Contactos

Telemóvel: 96 583 16 20 (Tânia Araújo)

Para esclarecimentos de dúvidas: Enviar Mensagem

Morada

Palácio de Laguares, R. Prof. Sousa da Câmara, 156

1070 – 215 Campolide, Lisboa.  VER MAPA


Workshop de Fotografia de Teatro no Fatal – 18º Festival Anual de Teatro Académico de Lisboa.

O Movimento de Expressão Fotográfica – MEF em colaboração com a Reitoria da Universidade de Lisboa, promove um Workshop de Fotografia de Teatro, para a cobertura fotográfica completa do Fatal – 18º Festival Anual de Teatro Académico de Lisboa.

ws_mef_tania-araujo_fatal
© Tânia Araújo

O Workshop é composto por uma componente teórica de fotografia de cena e por uma parte prática a realizar ao longo de todo o festival. A parte prática é composta por fotografia dos espectáculos que vão fazer parte do festival e por fotografia de reportagem do ambiente que envolve todo o festival.

Serão criadas equipas de trabalho para a cobertura do festival, sendo estas coordenadas no terreno pela formadora Tânia Araújo e em sala de aula pelo formador Luís Rocha.

fatal


Documentos

Programa Completo

Formulário de Inscrição


Datas de formação

De 18 de Abril a 18 de Maio de 2017

Valor do Workshop

125€ (público geral)

110€ (alunos da Universidade Lisboa* / associados do MEF)

Local de Formação

Sessões teóricas e de edição de imagem

Palácio de Laguares/Espaço MEF

Sessões práticas

Mediante programação do FATAL  [página facebook] [site]

Formadores

Luís Rocha [nota biográfica]

Tânia Araújo  [nota biográfica]

Organização

Reitoria da Universidade de Lisboa

Movimento de Expressão Fotográfica – MEF


* desconto na ação de formação mediante a apresentação de um comprovativo de aluno da Universidade de Lisboa.


Contactos

Telemóvel: 96 583 16 20 (Tânia Araújo)

Email: geral@mef.pt

Para esclarecimentos de dúvidas: Enviar Mensagem

Morada

Palácio de Laguares, R. Prof. Sousa da Câmara, 156

1070 – 215 Campolide, Lisboa.  VER MAPA


 

Curso de Iniciação à Fotografia, 13 de Março.

Curso de Iniciação à Fotografia pretende dar a conhecer a fotografia enquanto forma diferente de interpretar a realidade. Tirando partido das câmaras fotográficas, os participantes utilizarão a fotografia como meio de exploração do seu próprio quotidiano, fotografando mediante directrizes estéticas apreendidas no curso.

iniciacao2016
Este curso é constituído por uma parte teórica, em que é dada os princípios básicos da fotografia. Serão realizados três trabalhos práticos em que se aborda a vertente da fotografia digital e da fotografia convencional (com laboratório químico de preto e branco).

Conteúdo programático (resumo)

Os vários tipos de máquinas fotográficas e a sua adequação a cada estilo fotográfico: compactas, SLR /DSLR, câmaras de visor directo (telemétricas), Mirrorless. Objectivas: autofocus e foco manual, luminosidade, distâncias focais. Corpo da máquina: obturador, diafragma, profundidade de campo, congelamento, arrastamento. Fotometria: ISO, controlo da exposição. Acessórios: Flash, filtros. Composição: enquadramento, regras de composição, visualização de trabalhos fotográficos autorais, análise dos exercícios realizados durante a ação de formação. Iluminação: Luz de enchimento, luz lateral e frontal. Luz reflectida e luz direta. Medição de luz: Reflectida e incidente. Temperatura de cor e balanço de brancos. Exercícios práticos com análise e crítica, 3 saídas fotográficas em ambiente urbano e rural.

No final do curso de iniciação à fotografia os formandos deverão estar habilitados a:

·  Identificar os princípios básicos da técnica fotográfica;

·  Trabalhar com os princípios básicos da estética fotográfica;

·  Utilizar a câmara fotográfica em modo manual.

::

[PROGRAMA COMPLETO]        [INSCRIÇÃO]

Carga horária

50 Horas

Horário

Aulas Teóricas – 19h30m/21h30m

Aulas Laboratórios – 19h30m/22h30m

Datas de formação

13 de Março a 3 de Julho de 2017

Dia de Formação

Segunda-feira

Valor da formação

150€

Incluídos

Material didáctico. Material químico de laboratório.

A adquirir

Papel fotográfico de P&B. Rolo fotográfico a preto e branco.

Formadores

Luís Rocha (Teoria e Lab. Digital) [nota biográfica]
Tânia Araújo (Lab. Preto e Branco) [nota biográfica]

Pré-requisitos

Aconselha-se o formando a ter máquina fotográfica manual própria, no entanto o MEF possui material fotográfico que pode disponibilizar nas saídas fotográficas.

Para frequentar o módulo de laboratório digital é necessário o formando possuir computador portátil com o programa  RawTherapee instalado.


Contactos

Telemóvel: 96 583 16 20 (Tânia Araújo)

Para esclarecimentos de dúvidas: Enviar Mensagem

Morada

Palácio de Laguares, R. Prof. Sousa da Câmara, 156

1070 – 215 Campolide, Lisboa.  VER MAPA


Curso de Fotografia Documental e Projecto Pessoal

Curso de Fotografia Documental e Projecto Pessoal tem por objectivo dotar os alunos de competências específicas para o desenvolvimento da “sua” fotografia no campo documental, bem como prepará-los e acompanhá-los no desenvolvimento de um projecto próprio.

20150705_fotografia_de_rua_0533
Grupo Excursionista “Vai-Tu”, Lisboa. © Luís Rocha, 2015.

O percurso formativo está dividido em três grandes blocos, em regime de “oficinas”, que serão três espaços de trabalho específicos e completos. Cada oficina fornece ao participante a totalidade das competências propostas em cada um dos temas. Os alunos podem frequentar as três oficinas na totalidade (completando o curso) ou alguma das oficinas de forma autónoma, de acordo com o seu interesse.

Vamos trabalhar a fotografia documental através do conhecimento da sua história, da análise visual e no debate subjacente à construção da narrativa de projetos fotográficos contemporâneos. Incidimos a nossa atenção na elaboração de projetos documentais, convidando fotógrafos que trabalham na área da imagem documental a discutirem os temas da sociedade contemporânea a partir de uma interpretação fotográfica, e a analisarem os trabalhos fotográficos produzidos pelos participantes.

Finalizamos a ação de formação com a criação de suportes de divulgação dos projetos, com especial foco na construção de um livro fotográfico individual e do projeto expositivo colectivo.

Pretende-se que o aluno fique munido de ferramentas visuais e interpretativas para a construção de um discurso documental próprio.

Coordenação : Luís Rocha

Formadores:

José Oliveira – História da Fotografia Documental Universal e Alexandre Pomar – Debates e Linguagens da Fotografia Documental Portuguesa são os convidados para a 1ª Oficina que nos trazem um pouco da história da imagem, universal e Portuguesa.

Na 2ª Oficina, teremos um leque alargado de fotógrafos que trabalham diversos temas: Luís Rocha – Acompanhamento dos projetos. Nelson d´Aires – Análise e crítica das narrativas visuais construídas, leitura dos trabalhos fotográficos produzidos. Ângelo Lucas | Somos como nos Representamos? João Mariano | Planificação de um Projeto fotográfico. Clara Azevedo | Documento fotográfico enquanto registo de Memória. Céu Guarda | Território fotográfico como documento da sociedade e das emoções. Luísa Ferreira | a sociedade contemporânea a partir de uma interpretação fotográfica. Tânia Araújo | A fotografia documental como ferramenta de Inclusão.

A finalizar o curso, temos na 3ª Oficina a construção de uma exposição e de um livro fotográfico com a participação de Bruno Castro – Livro Fotográfico. Atelier Ilhas Studio – Construção de Fotolivro e Cláudia Camacho – Curadoria de Exposições.

Mais informações e inscrições:
http://www.mef.pt/mef/fotografia-documental-e-projecto-pessoal


Narrativa Fotográfica com Laboratório Preto e Branco

Anunciamos uma nova ação de formação para o primeiro semestre de 2017, conjugando assim 3 áreas formativas distintas: o Curso de Fotografia Documental e Projecto Pessoal, com incidência na fotografia documental e numa interpretação pessoal da realidade observada; o Curso de Fotografia Aplicada, ligado a um lado mais técnico da fotografia com especial foco no trabalho com luz e na edição digital e esta nova formação Narrativa Fotográfica com Laboratório Preto e Branco, onde será procurado um lado mais autoral, mais pessoal, com o objectivo de construção de narrativas visuais.

Baseado em trabalho de laboratório a preto e branco e na tomada de imagens em processo película, desafiaremos os participantes à construção de um projeto autoral fundamentado na interpretação da obra referida e que possibilitará um percurso performativo na linguagem fotográfica, desde da tomada de imagem até à impressão final.

image0-1

Nesta ação de formação, propomos a análise da obra “NUEZ”, um livro feito de poemas (Rui Baião) e de fotografias (Paulo Nozolino), dentro de dois discursos cúmplices, que se cruzam entre si. Podemos entender, durante o percurso de leitura deste livro, que os autores trilham um caminho na dura realidade do presente, com um discurso visual que deambula entre imagens construídas na sombra e na solidão e nas palavras, que refletem uma paisagem decadente. Não se pretende que o trabalho desenvolvido seja uma réplica da obra em questão, mas sim de uma re-interpretação dos conceitos presentes na obra, em que esta surge como mote inicial de trabalho.

Fotografia Documental e Projecto Pessoal

O curso de Fotografia Documental e Projecto Pessoal tem por objectivo dotar os alunos de competências específicas para o desenvolvimento da “sua” fotografia no campo documental, bem como prepará-los e acompanhá-los no desenvolvimento de um projecto próprio.

20150705_fotografia_de_rua_0533
Grupo Excursionista “Vai-Tu”, Lisboa. © Luís Rocha, 2015.

O percurso formativo está dividido em três grandes blocos, em regime de “oficinas”, que serão três espaços de trabalho específicos e completos. Cada oficina fornece ao participante a totalidade das competências propostas em cada um dos temas. Os alunos podem frequentar as três oficinas na totalidade (completando o curso) ou alguma das oficinas de forma autónoma, de acordo com o seu interesse.

Vamos trabalhar a fotografia documental através do conhecimento da sua história, da análise visual e no debate subjacente à construção da narrativa de projetos fotográficos contemporâneos. Incidimos a nossa atenção na elaboração de projetos documentais, convidando fotógrafos que trabalham na área da imagem documental a discutirem os temas da sociedade contemporânea a partir de uma interpretação fotográfica, e a analisarem os trabalhos fotográficos produzidos pelos participantes.

Finalizamos a ação de formação com a criação de suportes de divulgação dos projetos, com especial foco na construção de um livro fotográfico individual e do projeto expositivo colectivo.

Pretende-se que o aluno fique munido de ferramentas visuais e interpretativas para a construção de um discurso documental próprio.

Coordenação : Luís Rocha

Formadores:

José Oliveira – História da Fotografia Documental Universal e Alexandre Pomar – Debates e Linguagens da Fotografia Documental Portuguesa são os convidados para a 1ª Oficina que nos trazem um pouco da história da imagem, universal e Portuguesa.

Na 2ª Oficina, teremos um leque alargado de fotógrafos que trabalham diversos temas: Luís Rocha – Acompanhamento dos projetos. Nelson d´Aires – Análise e crítica das narrativas visuais construídas, leitura dos trabalhos fotográficos produzidos. Ângelo Lucas | Somos como nos Representamos? João Mariano | Planificação de um Projeto fotográfico. Clara Azevedo | Documento fotográfico enquanto registo de Memória. Céu Guarda | Território fotográfico como documento da sociedade e das emoções. Luísa Ferreira | a sociedade contemporânea a partir de uma interpretação fotográfica. Tânia Araújo | A fotografia documental como ferramenta de Inclusão.

A finalizar o curso, temos na 3ª Oficina a construção de uma exposição e de um livro fotográfico com a participação de Bruno Castro – Livro Fotográfico. Atelier Ilhas Studio – Construção de Fotolivro e Cláudia Camacho – Curadoria de Exposições.

Mais informações e inscrições AQUI


EXPOSIÇÃO DE MAQUETAS/DUMMIES da 7ª Feira do Livro de Fotografia de Lisboa

Estamos presentes  na  7ª Feira do Livro de Fotografia de Lisboa, promovida pela equipa  OS NOVOS SUSPEITOS, com diversas publicações. Apresentamos hoje o projecto editorial, que será ainda publicado este ano, “Narrativas”, de Ana Rodolfo, Catarina C. Sampaio, Nica Paixão, Nuno Correia, Pedro Martins, Rui Pedro Esteves. Trabalhos produzidos durante o  workshop “Narrativa Fotográfica com Laboratório Preto e Branco” com orientação de Luís Rocha e Tânia Araújo.

14991355_1493778157305130_6914193764308288987_o“NARRATIVAS” Novembro 2016. Vários Autores – Edição MEF.


15000132_1493777780638501_6344004680660057823_o

Este livro “Narrativas” nasce da vontade de dar continuidade a um Workshop lançado pelo Movimento de Expressão Fotográfica (MEF) com a duração de 4 meses, que tinha como objectivo a utilização de película fotográfica e a prática laboratorial em preto e branco apoiada numa interpretação e reflexão pessoal sobre a obra “Extraños” do fotógrafo Juan Manuel Castro Prieto (1958). Tomando esta obra como ponto de partida, pretendia-se não só proporcionar conhecimentos de técnicas de impressão em laboratório mas, essencialmente, pensar a imagem fotográfica como forma de expressão pessoal no contexto de um trabalho autoral em que a partilha, a crítica, e a edição de imagem foram partes integrantes. Com a extensão do trabalho agora em forma de livro, coloca-se em contexto as diferentes narrativas pessoais. Pretende-se fechar o ciclo que começou com uma ideia comum mas que o percurso, a experiência e a personalidade de cada um moldou e assimilou à sua maneira. (os autores)

14976582_1493778103971802_1764278015301811134_o

25 | 26 | 27 de Novembro de 2016
Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico
Rua da Palma 246, 1100-394 Lisboa – Portugal


Fotografia Documental e Projecto Pessoal

20150705_fotografia_de_rua_0533
Grupo Excursionista “Vai-Tu”, Lisboa. © Luís Rocha, 2015.

Inscrições abertas para o Curso de Fotografia Documental e Projeto Pessoal. Três Oficinas que serão espaços de trabalho específicos e completos para desenvolvimento de trabalho documental.

Inscrições e informações: http://www.mef.pt/mef/fotografia-documental-e-projecto-pessoal/