Arquivo da categoria: Sócios

Imagens e Debates a 1 de Abril.

Na proposta Imagens e Debates, pretendemos proporcionar aos sócios a oportunidade de discutirem, em comunidade MEF, as imagens que produzem.

Com esta atividade, exclusiva e gratuita para os sócios, com periodicidade de quatro sessões por ano, queremos contribuir para o processo de trabalho inerente à construção de uma linguagem fotográfica individual.

imagensedebates

O debate será feito entre os sócios presentes, com moderação das apresentações por parte de um elemento da equipa do MEF.  As imagens serão analisadas sob o ponto de vista de construção de uma narrativa pessoal, onde privilegiaremos o debate em torno das questões de ordem estética e artística.

A sessão é aberta a todos os que pretendam debater o seu trabalho, estando também aberta a quem deseje apenas acompanhar e conversar sobre os trabalhos apresentados. Por sessão, teremos no máximo quatro apresentações e as inscrições para assistência e debate serão admitidas até à capacidade da sala.

As fotografias propostas a debate devem ser apresentadas em suporte digital (pen), num máximo de 30 imagens, em ficheiro jpeg.

Nota: caso não existam inscrições para apresentação de trabalhos, a sessão não se realizará.

Formulário de Inscrição: Imagens e Debates


Data da 1ª sessão em 2017

1 de Abril (Sábado).

Horário

15h30/18h30

Local

Palácio de Laguares, R. Prof. Sousa da Câmara, 156

1070-215 Campolide, Lisboa.


Anúncios

BURUNTUMA – ALGUM DIA SERÁS GRANDE …

f01ABASTECIMENTO DE CABUCA

Esta Missão constituiu uma boa experiência para o que nos esperava em Buruntuma. Estava-se em plena Estação das Cuvas. O Destacamento de Cabuca necessitava de ser abastecido de géneros alimentícios e combustível. A estrada Nova Lamego – Cabuca estava alagada e o abastecimento aéreo era impraticável devido aos tectos baixos. Na primeira pausa das chuvas foi entendido proceder ao urgente abastecimento “por terra” conscientes das dificuldades que iríamos enfrentar. Com efeito, a estrada tinha sido implantada em terreno de “Bolanha” (cultura de arroz) e as 3 viaturas destacadas para esta Missão com frequência ficavam atascadas no lamaçal, havendo que as libertar com ajuda de “guinchos” fixados às árvores de maior porte. Nestas condições para percorrer cerca de 20 Kms demorámos mais de 8 horas, mas por fim concluímos a Nossa missão e à nossa chegada fomos recebidos em grande apoteose.

Jorge Ferreira