Arquivo de etiquetas: A Arte na Inclusão Social

A Arte na Inclusão Social

Ontem aconteceu no Centro de Informação Urbana o encontro  “A Arte na Inclusão Social”. O MEF foi uma das entidades presentes (Ana Sofia Paiva e Teatro Ibisco completaram o leque dos convidados)  no encontro  com o projeto Imagine Conceptuale. Com organização da Comissão Nacional de Protecção de Crianças e Jovens em Risco em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa (CML) e a Associação das Mulheres Contra a Violência (AMCV) é organizado todos os anos o Mês da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância, que inclui Ciclos Culturais, Exposições e Acções de Sensibilização para uma reflexão e diálogo em torno desta questão, que se mostra cada vez mais urgente e actual. A organização deste encontro é da responsabilidade da Associação Os Filhos de Lumière, a quem agradecemos o convite. Fotografias de Luís Rocha/MEF.

Imagine Conceptuale - Integrar pela ArteImagine Conceptuale - Integrar pela ArteImagine Conceptuale - Integrar pela Arte

O projecto Imagine Conceptuale começa com uma interrogação: “que percepção terá da fotografia uma pessoa que não vê, ou que vê muito pouco?”

Imagine Conceptuale - Integrar pela Arte


 

O projeto Este Espaço Que Habito na sessão “A Arte na Inclusão Social”

EEQH2015

O Movimento de Expressão Fotográfica esteve presente com o projeto Este Espaço Que Habito na sessão “A Arte na Inclusão Social” que aconteceu no passado dia 16 de Abril no Auditório de Telheiras em Lisboa. 
A Comissão Nacional de Protecção de Crianças e Jovens em Risco e a CML organizam todos os anos o Mês da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância, que inclui Ciclos Culturais, Exposições e Acções de Sensibilização para uma reflexão e diálogo em torno desta questão, que infelizmente se mostra cada vez mais urgente e actual. 
Os Filhos de Lumière (parceiros na organização desta sessão e a quem agradecemos o convite à nossa participação) convidou outras entidades que desenvolvem igualmente projectos de inclusão social através da arte, o que permitiu um diálogo extremamente rico e interessante entre os participantes das várias actividades artísticas (música, cinema, teatro e fotografia). 
O projeto Este Espaço Que Habito tem o apoio do programa PARTIS (Práticas Artísticas para a Inclusão Social) promovido pela F.C.Gulbenkian.