Arquivo de etiquetas: Integrar pela Arte

Exposição Este Espaço Que Habito no Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico até 25 de Março.

Continua em exposição o trabalho fotográfico desenvolvido nos Centros Educativos com o projeto Este Espaço que Habito. No último dia de exposição, dia 25 de Março, pelas 16horas, revelamos o vencedor do PEDIFOTO Este Espaço Que Habito.

cartaza4_-eeqh_lisboa2017_aml


Exposição Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito

O Movimento de Expressão Fotográfica (MEF) desafiou os jovens em cumprimento de medida tutelar de internamento nos Centros Educativos a captarem imagens do espaço onde se encontram e da cidade que os acolhe. As fotografias podem ser vistas já a partir do próximo dia 11 de Fevereiro, no Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico.

Este desafio lançado no âmbito do projeto “Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito” dividiu-se, essencialmente, em quatro partes: na construção de câmaras pinhole por cada um dos jovens, na escolha dos locais a fotografar, na revelação e escolha das imagens captadas e na construção de um diário onde os jovens foram registando o processo criativo e aquilo que foram sentindo e aprendendo ao longo do projeto.

Nesta etapa final é dado a conhecer ao público as imagens que os jovens captaram nas várias cidades por onde o projeto passou. A exposição “Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito” vai estar patente no Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico, em Lisboa, de 11 de Fevereiro a 25 de Março 2017.

O MEF levou este projeto a 180 jovens dos Centros Educativos das cidades de Lisboa, Coimbra, Guarda e Porto, por onde esta exposição foi passando ao longo dos últimos meses.

O projeto “Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito” é financiado pelo programa PARTIS – Práticas Artísticas para Inclusão Social da Fundação Calouste Gulbenkian.

Objetivos do projeto

O MEF, numa perspetiva de continuidade de projetos anteriores de Integração pela Arte, pretende com o projeto “Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito” trabalhar com os jovens questões como a motivação, o desenvolvimento das capacidades de observação e reflexão das expressões artísticas, mas também o desenvolvimento e descoberta pessoal, a promoção da auto-estima e confiança, bem como a capacidade de partilha e cooperação.

Exposição “Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito”

Local: Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico

Morada: Rua da Palma,  246, 1100 – 394 Lisboa

Horário: de segunda a sábado das 10h00 às 19h00

Datas de exposição: 11 de Fevereiro a 25 de Março 2017


Anúncios

Exposição Este Espaço Que Habito no Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico até 25 de Março.

Continua em exposição o trabalho fotográfico desenvolvido nos Centros Educativos com o projeto Este Espaço que Habito.

cartaza4_-eeqh_lisboa2017_aml


Exposição Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito

O Movimento de Expressão Fotográfica (MEF) desafiou os jovens em cumprimento de medida tutelar de internamento nos Centros Educativos a captarem imagens do espaço onde se encontram e da cidade que os acolhe. As fotografias podem ser vistas já a partir do próximo dia 11 de Fevereiro, no Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico.

Este desafio lançado no âmbito do projeto “Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito” dividiu-se, essencialmente, em quatro partes: na construção de câmaras pinhole por cada um dos jovens, na escolha dos locais a fotografar, na revelação e escolha das imagens captadas e na construção de um diário onde os jovens foram registando o processo criativo e aquilo que foram sentindo e aprendendo ao longo do projeto.

Nesta etapa final é dado a conhecer ao público as imagens que os jovens captaram nas várias cidades por onde o projeto passou. A exposição “Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito” vai estar patente no Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico, em Lisboa, de 11 de Fevereiro a 25 de Março 2017.

O MEF levou este projeto a 180 jovens dos Centros Educativos das cidades de Lisboa, Coimbra, Guarda e Porto, por onde esta exposição foi passando ao longo dos últimos meses.

O projeto “Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito” é financiado pelo programa PARTIS – Práticas Artísticas para Inclusão Social da Fundação Calouste Gulbenkian.

Objetivos do projeto
O MEF, numa perspetiva de continuidade de projetos anteriores de Integração pela Arte, pretende com o projeto “Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito” trabalhar com os jovens questões como a motivação, o desenvolvimento das capacidades de observação e reflexão das expressões artísticas, mas também o desenvolvimento e descoberta pessoal, a promoção da auto-estima e confiança, bem como a capacidade de partilha e cooperação.

Exposição “Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito”
Local: Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico
Morada: Rua da Palma,  246, 1100 – 394 Lisboa
Horário: de segunda a sábado das 10h00 às 19h00
Datas de exposição: 11 de Fevereiro a 25 de Março 2017


Pedifoto Este Espaço Que Habito a 11 de Março no Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico

O Movimento de Expressão Fotográfica ao longo do seu percurso tem procurado intervir através de atividades ligadas à fotografia, pretendendo estimular o gosto e interesse pela imagem fotográfica e pela dinamização social através da arte.

pedifoto-este-espaco-que-habito-2017-mef-web

Assim, como dinamização da exposição Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito, e procurando proporcionar um dia de convívio entre os que possuem o interesse comum da fotografia, promove o Pedifoto Este Espaço Que Habito em parceria com Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico. O pedifoto é realizado em câmara estenopeica (pinhole) construída pelos próprios participantes e serão fornecidos 20 temas que o participante deverá interpretar e fotografar, em rolo fotográfico 35mm cor, ao longo de um dia de actividade.

logos


Documentos

Formulário de Inscrição

Regulamento

Programa Completo


Participantes

Qualquer pessoa pode participar, sendo que menores de idade devem ser acompanhados por um adulto responsável.

Custo da actividade:

20€ para sócios MEF

25€ para não sócios

(Inclui filme fotográfico de negativo cor de 36 exposições; material de construção de câmara estenopeica (pinhole); revelação e digitalização do filme fotografado no pedifoto). Cada participante fica com a câmara escura que constrói na actividade, o filme revelado e respectiva digitalização dos negativos.

Dia de realização do Pedifoto:

11 de Março 2017

Mais informações

965 831 620 – Tânia Araújo | geral@mef.pt


Anteriores edições (trabalhos vencedores)

1º Pedifoto EEQH, Manuel Pata

2º Pedifoto EEQH, Marina Luzia

3º Pedifoto EEQH, Isabel Correia


O Pedifoto Este Espaço Que Habito é uma atividade integrada no projeto Este Espaço Que Habito – Integrar pela Arte. Este projeto conta com o financiamento do programa: PARTIS – práticas artísticas para a inclusão social da Fundação Calouste Gulbenkian e tem como parceiro institucional o Ministério da Justiça/Serviços de Justiça Juvenil.


 

Este Espaço Que Habito no Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico, inaugura a 11 de Fevereiro.

A partir do próximo dia 11 de Fevereiro apresentamos em Lisboa o trabalho fotográfico desenvolvido nos Centros Educativos com o projeto Este Espaço que Habito. A exposição será composta por estruturas metálicas com imagens à transparência em forma de caixas de luz, que pretendem identificar o trabalho desenvolvido com o processo estenopeico (pinhole). Estará também em projecção, em sala independente da exposição, o documentário realizado durante o projecto e que mostra o processo de trabalho.


web_convite_eeqh_lisboa2017_aml


Exposição “Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito” 

Produção: Movimento de Expressão Fotográfica

Imagens: Jovens dos Centros Educativos

Coprodução da exposição: Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico

Documentário “Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito”

Realização: Movimento de Expressão Fotográfica

Imagem: Luís Rocha

Produção e montagem: Tânia Araújo

Participação: dos diretores – Rogério Canhões, Ângela Portugal, António Viana e dos técnicos – Maria Moreira, Isabel Ferreira, Paula Teixeira e Eduardo Garrido.

Música: jovens do centro educativo Padre António Oliveira

Financiamento: programa PARTIS – Práticas Artísticas para Inclusão Social da Fundação Calouste Gulbenkian.

Parceria Institucional: Ministério da Justiça/Serviços de Justiça Juvenil


Local: Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico

Morada: Rua da Palma,  246, 1100 – 394 Lisboa

Horário: de segunda a sábado das 10h00 às 19h00

Datas de exposição: 11 de Fevereiro a 25 de Março 2017

Inauguração: 11 de Fevereiro pelas 17h00


O Movimento de Expressão Fotográfica (MEF) desafiou os jovens em cumprimento de medida tutelar de internamento nos Centros Educativos a captarem imagens do espaço onde se encontram e da cidade que os acolhe.

Este desafio lançado no âmbito do projeto “Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito” dividiu-se, essencialmente, em quatro partes: na construção de câmaras pinhole por cada um dos jovens, na escolha dos locais a fotografar, na revelação e escolha das imagens captadas e na construção de um diário onde os jovens foram registando o processo criativo e aquilo que foram sentindo e aprendendo ao longo do projeto.

O MEF levou este projeto a 180 jovens dos Centros Educativos das cidades de Lisboa, Coimbra, Guarda e Porto, por onde esta exposição foi passando ao longo dos últimos meses.

Objetivos do projeto

O MEF, numa perspetiva de continuidade de projetos anteriores de Integração pela Arte, pretende com o projeto “Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito” trabalhar com os jovens questões como a motivação, o desenvolvimento das capacidades de observação e reflexão das expressões artísticas, mas também o desenvolvimento e descoberta pessoal, a promoção da auto-estima e confiança, bem como a capacidade de partilha e cooperação.

cartaza4_-eeqh_lisboa2017_aml


 #mef #eeqh#esteespacoquehabito #integrarpelaarte #partisfcg


A exposição “Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito” vai estar patente no Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico, em Lisboa, de 11 de Fevereiro a 25 de Março 2017.


Este Espaço Que Habito no Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico

A partir do próximo dia 11 de Fevereiro apresentamos em Lisboa o trabalho fotográfico desenvolvido nos Centros Educativos com o projeto Este Espaço que Habito. A exposição será composta por estruturas metálicas com imagens à transparência em forma de caixas de luz, que pretendem identificar o trabalho desenvolvido com o processo estenopeico (pinhole). Estará também em projecção, em sala independente da exposição, o documentário realizado durante o projecto e que mostra o processo de trabalho.


web_convite_eeqh_lisboa2017_aml


Exposição “Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito” 
Produção: Movimento de Expressão Fotográfica
Imagens: Jovens dos Centros Educativos
Coprodução da exposição: Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico

Documentário “Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito”
Realização: Movimento de Expressão Fotográfica
Imagem: Luís Rocha
Produção e montagem: Tânia Araújo
Participação: dos diretores – Rogério Canhões, Ângela Portugal, António Viana e dos técnicos – Maria Moreira, Isabel Ferreira, Paula Teixeira e Eduardo Garrido.
Música: jovens do centro educativo Padre António Oliveira

Financiamento: programa PARTIS – Práticas Artísticas para Inclusão Social da Fundação Calouste Gulbenkian.

Parceria Institucional: Ministério da Justiça/Serviços de Justiça Juvenil


Local: Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico
Morada: Rua da Palma,  246, 1100 – 394 Lisboa
Horário: de segunda a sábado das 10h00 às 19h00
Datas de exposição: 11 de Fevereiro a 25 de Março 2017
Inauguração: 11 de Fevereiro pelas 17h00


O Movimento de Expressão Fotográfica (MEF) desafiou os jovens em cumprimento de medida tutelar de internamento nos Centros Educativos a captarem imagens do espaço onde se encontram e da cidade que os acolhe.

Este desafio lançado no âmbito do projeto “Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito” dividiu-se, essencialmente, em quatro partes: na construção de câmaras pinhole por cada um dos jovens, na escolha dos locais a fotografar, na revelação e escolha das imagens captadas e na construção de um diário onde os jovens foram registando o processo criativo e aquilo que foram sentindo e aprendendo ao longo do projeto.

O MEF levou este projeto a 180 jovens dos Centros Educativos das cidades de Lisboa, Coimbra, Guarda e Porto, por onde esta exposição foi passando ao longo dos últimos meses.

Objetivos do projeto
O MEF, numa perspetiva de continuidade de projetos anteriores de Integração pela Arte, pretende com o projeto “Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito” trabalhar com os jovens questões como a motivação, o desenvolvimento das capacidades de observação e reflexão das expressões artísticas, mas também o desenvolvimento e descoberta pessoal, a promoção da auto-estima e confiança, bem como a capacidade de partilha e cooperação.

cartaza4_-eeqh_lisboa2017_aml


 #mef #eeqh#esteespacoquehabito #integrarpelaarte #partisfcg


A exposição “Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito” vai estar patente no Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico, em Lisboa, de 11 de Fevereiro a 25 de Março 2017.


Apontamentos do projecto Imagine Conceptuale

cartaz-web

ic_luisrocha1
João Gonçalves a fotografar o Castelo de Almourol. Agradecimentos à Junta de Freguesia de Tancos e à Junta de Freguesia da Praia do Ribatejo pelo apoio logístico.

ic_luisrocha2

ic_luisrocha3
José Oliveira com Tânia Araújo a fotografar as memórias ligadas à sua atividade profissional.

ic_luisrocha4

ic_luisrocha5
Andreia Monteiro no Museu do Mar Rei D. Carlos em Cascais, a quem agradecemos todo o apoio na execução desta sessão fotográfica.
ic_luisrocha6
Aliu Baio na Boca do Inferno (Cascais) durante a sessão fotográfica.

ic_luisrocha7

ic_luisrocha8
Elisa Gaboleiro no Palácio da Cidadela de Cascais. Agradecemos à Presidência da República, a Bruno Ribeiro (e restante equipa do Museu da Presidência da República) e a Cláudia Pio pelo contributo para a realização desta sessão fotográfica.
ic_luisrocha9
Maria de Fátima, com alguns dos elementos da Associação Promotora de Emprego de Deficientes Visuais,  recorda os seus tempos de escola. Agradecimento ao Centro Social da Quinta da Boavista.

 

CONTA-NOS UMA HISTÓRIA: Paisagens do Vento

Em 2009 realizámos o Projeto Paisagens do Vento.  Apresentámos este projeto no Palácio Verride em Sta. Catarina, Lisboa, exposição com imagens em alto relevo e com suporte de audiodescrição. Para um melhor entendimento do projeto, é possível aceder ao Documentário vídeo e à etnografia sonora que contribuiu  para a leitura das imagens na exposição. A exposição dividia-se em várias salas, em total escuridão, com uma imagem por cada sala, disponível apenas em alto relevo (sem imagens visíveis), em que o percurso era realizado com o auxílio de um cordão que indicava o caminho. Junto a cada imagem, a ser tacteada, encontrava-se o som respectivo. No fim da exposição, era possível assistir ao documentário.


Introdução    

Como um lugar de passagem e de vivências da vida contemporânea, a paisagem sonora que compõe o quotidiano urbano é múltipla e diversificada. Na interacção com os sons de rua, dos ambientes, das pessoas em movimento, dos trabalhadores, das histórias e conversas de café, da cidade, procurámos estetizar imagens sonoras que identificassem estes espaços através dos fluxos, ritmos e temporalidades que os constituem na forma de uma narrativa, construindo um projecto baseado numa etnografia sonora, interagindo com uma visualização táctil dos espaços.

Com o convite mais uma vez à Associação Promotora de Emprego para Deficientes Visuais (APEDV) a desenvolver este projecto em parceria com o Movimento de Expressão Fotográfica – MEF e a Oficina da Fotografia da Câmara Municipal de Lisboa, o projecto passou por diversas fases, partindo da captação de imagens e som, à sua interpretação, terminando na exposição pública das mesmas em local público.

Objectivos 

Possibilitar a compreensão e visualização de imagens através de outras capacidades cognitivas além da visão, passando pelo tacto e pela audição.  Permitir desenvolver a criatividade imagética dos instantes fotográficos (imagem mental). Exponenciar a habilidade de criar e experimentar situações virtuais, de combinar informações de forma pouco comum ou de inventar imagens mentais. Através de sons conseguir ter a percepção do poder que este tem para gerar imagens visíveis, estimular o intelecto e provocar emoções.


L1010293-custom-size-408-306
Fotografia de Maria Paula Viegas | Mar na Boca do Inferno
L1010482-custom-size-412-310
Fotografia de Rui Jorge Cardoso | Máquina de café
L1010422-custom-size-416-312
Fotografia de Marco Paulo Viana | Obras / Construção civil
Sara-2Sesso-large
Fotografia de Sara Sofia | Veleiro no Rio Tejo
L1010281-custom-size-404-303
Fotografia de Jerónimo Lavado | Aeroporto de Lisboa – Descolagem de avião
L1010584-large
Fotografia de Marco Paulo Viana | Túnel do Metropolitano

Produção Executiva:

Sara Rodrigues

(Oficina da Fotografia)

Coordenação:

Filomena Costa

 (APEDV)

Acompanhamento Fotográfico:

Tânia Araújo

(MEF)

Documentário Vídeo:

Luís Rocha

(MEF)

Captação de som:

Rodolfo Barros

(MEF)


Co-produção:

  


Apoios institucionais ao projecto

Café A Brasileira

Câmara Municipal de Lisboa (Divisão de Gestão de Frota)

Comercial Foto

Due Domani

FDO – Construções

GNR – Regimento de Cavalaria de Braço de Prata

Jardim de Infância Luísa Neto Jorge

 

Leica

Metropolitano de Lisboa

Circo Soledad Cardinali

 CP – Caminhos de Ferro Portugueses

Mercado Abastecedor de Benfica

DocaPesca de Sesimbra

Nautico Clube Boa Esperança


Pedifoto Este Espaço Que Habito

No passado Sábado, o MEF realizou o seu 3º PEDIFOTO Este Espaço Que Habito.

AtividadesMEF_7AtividadesMEF_6AtividadesMEF_5AtividadesMEF_4AtividadesMEF_2AtividadesMEF_3AtividadesMEF_1AtividadesMEF

Um agradecimento a todos os participantes do PEDIFOTO Este Espaço Que Habito, por terem proporcionado um extraordinário dia fotográfico. Agradecimentos especiais à Biblioteca Camões, à Baliza café bar, ao Thales Soares, à Sara Camarinha e ao Bruno Abreu pelo apoio a esta atividade.

Imagens de Luís Rocha

‪#‎mef‬ ‪#‎huaweip9‬ ‪#‎OO‬ ‪#‎pedifotoesteespacoquehabito‬


Pedifoto Este Espaço Que Habito é uma atividade integrada no projeto Este Espaço Que Habito – Integrar pela Arte. Este projeto contou com o financiamento do programa: PARTIS – práticas artísticas para a inclusão social da Fundação Calouste Gulbenkian e tem como parceiro institucional o Ministério da Justiça/Serviços de Justiça Juvenil.


Pedifoto2016


Pedifoto Este Espaço Que Habito, 25 de Junho

Como forma de divulgação do projeto Integrar pela Arte, e procurando proporcionar um dia de convívio entre os que possuem o interesse comum da fotografia, promovemos a atividade fotográfica: Pedifoto Este Espaço Que Habito, realizado em parceria com Bibliotecas de Lisboa – Biblioteca Camões. Mais Informações…

Inscrições Abertas!

Pedifoto2016


Este Espaço Que Habito no Porto

Exposição do projeto Este Espaço Que Habito. Entre 2014 e 2016, o Movimento de Expressão Fotográfica voltou a realizar o projecto Integrar pela Arte – Este Espaço Que Habito, novamente junto dos Centros Educativos em parceria com o Ministério da Justiça/Serviços de Justiça Juvenil e com o financiamento do PARTIS – apoio a projetos sociais destinados à integração social através das práticas artísticas, promovido pela Fundação Calouste Gulbenkian. Ler mais…


Captura-de-ecrã-2016-05-02-às-18.43.21


Pedifoto Este Espaço Que Habito

O Movimento de Expressão Fotográfica ao longo do seu percurso tem procurado intervir através de atividades ligadas à fotografia, pretendendo estimular o gosto e interesse pela imagem fotográfica e pela dinamização social através da arte. Assim, como divulgação do seu projeto Integrar pela Arte, e procurando proporcionar um dia de convívio entre os que possuem o interesse comum da fotografia, promove o Pedifoto Este Espaço Que Habito em parceria com Bibliotecas de Lisboa – Biblioteca Camões. Mais Informações…

Pedifoto2016


 

Exposição EEQH na Guarda, algumas imagens.

eeqh_6eeqh_5eeqh_3eeqh_4eeqh_2

Partilhamos algumas das imagens expostas na exposição do projeto Este Espaço Que Habito na Galeria de Arte do Paço da Cultura na Guarda.  Inaugura hoje às 18h30m.
 
As fotografias expostas foram realizadas pelos jovens participantes no projeto em processo estenopeico a partir de câmaras construídas pelos próprios.
 
Este Espaço Que Habito, um projeto MEF integrado no PARTIS da Fundação Calouste Gulbenkian.
#PARTISFCG


Encontro “Arte na Inclusão Social”

O MEF é uma das entidades convidadas a participar no encontro “Arte na Inclusão Social” com o projeto Imagine Conceptuale. nesta próxima 4ª feira, dia 20 de Abril, das 15h00 às 18h00, no CIUL – Centro de Informação Urbana. Ler mais…

12967327_1054631877929070_8431568257704961261_o
MEF 2016

A participação neste encontro surge do convite  da Associação Os Filhos de Lumière a outras entidades que desenvolvem igualmente projectos de inclusão social através da arte, o que tem permitido um diálogo extremamente rico e interessante entre os participantes das várias áreas artísticas (música, cinema, teatro e fotografia) .


Pedifoto Este Espaço Que Habito a 25 de Junho

Pedifoto2016

Movimento de Expressão Fotográfica ao longo do seu percurso tem procurado intervir através de atividades ligadas à fotografia, pretendendo estimular o gosto e interesse pela imagem fotográfica e pela dinamização social através da arte. Assim, como divulgação do seu projeto Integrar pela Arte, e procurando proporcionar um dia de convívio entre os que possuem o interesse comum da fotografia, promove o Pedifoto Este Espaço Que Habito [Mais Informações e Inscrições] em parceria com Bibliotecas de Lisboa – Biblioteca Camões.


Este Espaço Que Habito, seleção de imagens

EEQH2015

São dois anos de projeto para 30 imagens finais. Estamos na fase de seleção das fotografias para a exposição do Este Espaço Que Habito. Um projeto MEF integrado no PARTIS da Fundação Calouste Gulbenkian.