Arquivo de etiquetas: projecto

Tertúœlia Educaç㍋o n‹ão Formal

Tertúœlia Educaç㍋o n‹ão Formal
Tertúœlia Educaç㍋o n‹ão Formal

O MEF participa na Tertúlia promovida pelo Fórum sobre os Direitos das Crianças e dos Jovens, a realizar no dia 15 de Janeiro, pelas 18h00, em Lisboa, subordinada à temática da “Educação não Formal enquanto promotora da Inclusão”.

O Fórum sobre os Direitos das Crianças e dos Jovens “tem o propósito de potenciar o trabalho em rede, através da criação de um espaço de diálogo, intercâmbios de ideias, saberes e pontos de vista entre organizações que trabalham com e para as crianças e jovens”.

 

 

Anúncios

Retrato de Mim, Revista CAIS

Retrato de Mim, Revista CAIS, Setembro 2012

O Projecto “Retrato de Mim”, nasceu em 2011, quando o Movimento de Expressão Fotográfica (MEF),  a Associação Promotora de Emprego de Deficientes Visuais (APEDV) e a Associação Portuguesa de Apoio à Mulher com Cancro da Mama (APAMCM),  se juntaram para dar forma à ideia de usar a Fotografia como forma de expressão de vivências da doença nas suas várias fases.

Foi então lançado o desafio às pessoas com patologia mamária de criarem uma obra fotográfica que fosse portadora da sua experiência pessoal objectiva e/ou subjectiva sendo que as mensagens subjacentes giram em torno das ideias:

  • O Cancro não é uma fatalidade, é uma situação a fazer face (Desmistificar)
  • Cada pessoa mobiliza os recursos de que dispõe para lidar com a doença (Enfrentar)

O projecto Retrato de Mim,  é agora  dado a conhecer na Revista CAIS de Setembro de 2012.

Retrato de Mim contou com o apoio da HP para a impressão das imagens.

O MEF agradece a Henrique Pinto o convite para a publicação do projecto na Revista CAIS.

Documentários Integrar pela Arte 2011

Quem pretender adquirir algum dos documentários realizados durante o Projecto Integrar pela Arte ´11 pode entrar em contacto com o MEF. O valor da venda dos documentários retribuirá para o financiamento do próximo Projecto Integrar pela Arte.

O Projecto Integrar pela Arte ´11 teve o apoio financeiro da Secretaria de Estado da Cultura/DGArtes

Paisagens Manufacturadas

Este projecto tem como objectivo principal o levantamento fotográfico da região de Lisboa no processo fotográfico analógico P&B e é realizado em parceria com a Quinta das Flores da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa. As imagens são feitas pelos utentes da instituição. O projecto “Paisagens Manufacturadas” tem o apoio financeiro da Câmara Municipal de Lisboa.

Retratos de Um Quotidiano | INCLUSÃO PELA ARTE

Retratos de Um Quotidiano é o nome do projecto que o MEF desenvolve com as jovens internas no Centro Educativo Navarro Paiva da Direcção Geral de Reinserção Social, pertencente ao Ministério da Justiça. Neste projecto procuramos trabalhar na área da imagem, em que a fotografia é pensada como ferramenta de transformação social, procurando assim contribuir para o desenvolvimento de uma forma de expressão e de uma valorização pessoal e artística das jovens participantes no projecto.

Este projecto conta com o apoio financeiro da Câmara Municipal de Lisboa

Escola António Damásio – “Um outro Olhar é possível”

Grupo de trabalho na Escola António Damásio no âmbito do Projecto “Um outro Olhar é possível”.

O MEF agradece à Professora Vera Guedes e ao Professor Luís Wemans a colaboração no projecto.

Agradecimento especial aos alunos que fizeram parte do projecto e que o tornaram seu.

À Tânia pela formação no terreno.

À Liliana pela colaboração e pela produção.

À Câmara Municipal de Lisboa o apoio financeiro ao projecto.

Exposição Projecto Imagem do Sentir

Exposição do Projecto Imagem do Sentir

Em fase de preparação a exposição do Projecto Imagem do Sentir realizado no Centro Helen Keller

Luís Rocha com a colaboração de  Tânia Araújo em parceria com o Centro Helen Keller dinamizaram o projecto Imagem do Sentir com dois grupos de alunos da instituição. Os participantes no projecto fazem parte do grupo de trabalho da sala de recursos e do 1º ciclo.

Este projecto teve apoio financeiro da Câmara Municipal de Lisboa, e esteve inserido nas actividades do Movimento de Expressão Fotográfica.

“Um outro Olhar é possível – Escolas”

 

Na Escola Secundária António Damásio, damos continuidade ao projecto “Um outro Olhar é possível – Escolas”.

Apresentação em sala de aula das imagens que compõem a vertente documental do trabalho desenvolvido. Cada participante no projecto apresentou o seu trabalho.

Momentos de captação da imagem para o trabalho documental. Príncipe Real, Lisboa.

4 participantes do projecto no Bairro Alto na altura da captação de imagens.

 

Imagens de Liliana Pinguicha.

 

Este projecto tem o apoio financeiro da Câmara Municipal de Lisboa.

 

 

Um Outro Olhar é Possível – Escolas

Imagem de Liliana Pinguicha

Inserido nos projectos do MEF junto das escolas secundárias, contando com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa e em parceria com a Escola Secundária António Damásio, damos continuidade ao projecto “Um outro Olhar é possível – Escolas”

No projecto “Um outro Olhar é possível – Escolas” pretendemos por meio da fotografia que os estudantes possam revelar as suas formas de ver o mundo.

Partindo inicialmente do recurso à técnica, passando pela vertente estética da imagem, e considerando a fotografia como um recurso didáctico por excelência, tentamos criar condições para que o projecto seja uma ferramenta que permita que os alunos revelem as suas formas de ver o seu quotidiano. A fotografia é um instrumento privilegiado para que o aluno possa desvendar o que sente e pensa. O objectivo primordial do projecto tem como incidência a importância da fotografia enquanto interpretação da realidade por parte do aluno e o seu significado comum: revelar o olhar e a expressão do autor.

Este projecto encontra-se a ser desenvolvido na Escola Secundária António Damásio e tem o apoio financeiro da Câmara Municipal de Lisboa.


Imagem do Sentir | Centro Helen Keller

Luís Rocha e MEF em parceria com o Centro Helen Keller dinamizam o projecto Imagem do Sentir com dois grupos de alunos desta instituição. Os participantes no projecto fazem parte do grupo de trabalho da sala de recursos e do 1º ciclo.

A fotografia pode ser entendida como uma expressão e esta pode ser captada de diversas maneiras: pelo som, pelo silêncio, pela força, estimulo de sentidos e sentimentos, para que num determinado momento seja percebida e possa mais tarde ser contemplada.
Preocupações em retratar e expor um quotidiano, feito de imagens percebidas de uma maneira não convencional é o desafio do projecto enquanto fomentador de uma aprendizagem do acto fotográfico, capaz de ultrapassar diversos obstáculos até então imperceptíveis, numa procura da imagem estética reveladora de todo um universo imagético até então vedado.

Este projecto tem apoio financeiro da Câmara Municipal de Lisboa.