Colectivo FEM 3S19

Ficamos contentes em partilhar a constituição do colectivo FEM 3S19, constituído por alunas e amigas do MEF e que participa na 8ª edição do iNstantes – Festival Internacional de Fotografia de Avintes.

A exposição “Sem coordenadas” poderá ser vista na Quinta da Agraceira (Avintes), entre os dias 30 de abril e 30 de maio.

Desejamos os maiores sucessos a esta nova aventura.

Estado das coisas ou das pessoas, posição ou disposição. Transpomos para as imagens um conjunto de momentos, circunstâncias, sentimentos e reflexos do mundo que nos preenche, nos inquieta e nos rodeia. Sem coordenadas, uma data assinalável, que não aquela que possa representar para cada uma individualmente, ou um lugar definido, uma síntese improvável de inquietações e de caminhos que quisemos se cruzassem e pudéssemos percorrer juntas nesta oportunidade. Indefinições e preocupações ambientais, vazios e densidades, auto-representações, construções, alinham uma rota que integra (ainda ou para sempre?) um persistente nomadismo, sem local de fixação, aberto a um olhar para o mundo, disponível, companheiro e compartilhado, maduro quanto o possa ser e infantil tanto quanto o consigamos. Singelas e intrincadas. Relações unas e multíplices. Cruzamentos, numa dimensão maior.

PROJECTO FOTOGRÁFICO E FORMATIVO, Vicente e António

Em Lisboa é possível encontrar marcas da presença dos dois santos, o projecto fotográfico Vicente e António, pretenderá contribuir para o resgate dessa presença através da fotografia. O projecto será produzido por um conjunto de fotógrafos que, ao fazerem uso da vertente documental da fotografia como técnica de registo, percorrerão os locais que ainda hoje conservam vestígios da passagem dos Santos, num registo do património cultural e religioso da cidade.

É na procura da ligação entre eles e entre a população de Lisboa que incidirá o projecto e que resultará num livro sobre os lugares e as etapas da vida dos dois santos, em que, além das imagens dos fotógrafos, haverá complementarmente um desafio público à população de Lisboa para contribuírem com testemunhos, imagens, momentos de ligação ao dois santos. Estes documentos serão fac-similados de forma a tornar a obra impressa um testemunho vivo da ligação de Lisboa e os seus habitantes aos seus santos padroeiros.

Mais Informações AQUI


Actividades MEF

ACÇÃO DE FORMAÇÃO
Curso de Iniciação à Fotografia
O Curso de Iniciação à Fotografia pretende dar a conhecer a fotografia enquanto forma diferente de interpretar a realidade. Tirando partido das câmaras fotográficas, os participantes utilizarão a fotografia como meio de exploração do seu próprio quotidiano, fotografando mediante directrizes estéticas apreendidas no curso.Este curso é constituído por uma parte teórica, em que é dada os princípios básicos da fotografia. Serão realizados três trabalhos práticos em que se aborda a vertente da fotografia digital e da fotografia convencional (com laboratório químico de preto e branco).
Mais Informações AQUI

PROJECTO FOTOGRÁFICO
Vicente e António
Em Lisboa é possível encontrar marcas da presença dos dois santos, o projecto fotográfico Vicente e António, pretenderá contribuir para o resgate dessa presença através da fotografia. O projecto será produzido por um conjunto de fotógrafos que, ao fazerem uso da vertente documental da fotografia como técnica de registo, percorrerão os locais que ainda hoje conservam vestígios da passagem dos Santos, num registo do património cultural e religioso da cidade.É na procura da ligação entre eles e entre a população de Lisboa que incidirá o projecto e que resultará num livro sobre os lugares e as etapas da vida dos dois santos, em que, além das imagens dos fotógrafos, haverá complementarmente um desafio público à população de Lisboa para contribuírem com testemunhos, imagens, momentos de ligação ao dois santos. Estes documentos serão fac-similados de forma a tornar a obra impressa um testemunho vivo da ligação de Lisboa e os seus habitantes aos seus santos padroeiros.
Mais Informações AQUI

ACÇÃO DE FORMAÇÃO
Oficina de Narrativa Fotográfica com José Manuel NaviaNesta edição vamos poder realizar uma oficina com uma maior duração. Teremos oportunidade de conhecer os seus trabalhos, desde Nóstos a Alma tierra, assim como trabalharmos sobre algumas das suas referências e que o têm influenciado ao longo destes anos: Paul Strand e Dorothea Lange, por exemplo. Durante a Oficina de Narrativa Fotográfica, José Manuel Navia abordará a sua experiência enquanto fotógrafo e incidirá a sua intervenção sobre o seu processo de trabalho, sobre a seleção de imagens e a finalização dos seus projetos. Os participantes na oficina são convidados a participar com as suas próprias experiências, conhecimentos, interesses e com as suas imagens que serão colocadas em debate.
Mais Informações AQUI

ACTIVIDADE FOTOGRÁFICA
Pedifoto Este Espaço Que HabitoO Movimento de Expressão Fotográfica ao longo do seu percurso tem procurado intervir através de atividades ligadas à fotografia, visando, essencialmente, estimular o gosto e interesse pela imagem fotográfica e pela dinamização social. No contexto atual é importante assegurar e cumprir o distanciamento físico, assim, como nos encontramos confinados, promovemos o Pedifoto Este Espaço Que Habito – virtual, de forma a proporcionar uma actividade fotográfica entre os que possuem o interesse comum da fotografia.
Mais Informações AQUI

Exposição Ver com outros olhos, ATÉ 30 ABRIL

A Câmara Municipal de Loures convida a visitar a exposição Ver com outros olhos, que irá estar patente, entre os dias 3 de dezembro de 2020 e 30 de abril de 2021, na Casa da Cultura, em Sacavém. 

A exposição Ver com outros olhos resulta de um projeto desenvolvido pelo Movimento de Expressão Fotográfica (MEF) que tem como objetivo levar a produção artística, o contacto com a arte e a aprendizagem sobre alguns movimentos estéticos a um grupo de pessoas com maior dificuldade no acesso às imagens. 

Ver com outros olhos representa o culminar de três anos de intervenção no terreno, com base num conjunto de parcerias realizadas entre o MEF e várias instituições ligadas à deficiência visual, tendo o trabalho sido desenvolvido com pessoas cegas congénitas, com cegueira adquirida e com baixa visão, pela promoção das suas formas de expressão, pessoal e artística, em particular através da fotografia.  VER PROJECTO

Do conjunto das imagens produzidas por 63 participantes — sendo que 94 imagens são visíveis e 69 estão em relevo com sistema de áudio-descrição —, estarão em exposição 20 imagens e um documentário relativo ao trabalho desenvolvido pelo MEF com os participantes na construção das imagens. 

As visitas guiadas à exposição exigem marcação através do endereço de correio eletrónico uic@cm-loures.pt ou do telefone 211 150 164. 

PROJECTO FOTOGRÁFICO E FORMATIVO, Vicente e António

Em Lisboa é possível encontrar marcas da presença dos dois santos, o projecto fotográfico Vicente e António, pretenderá contribuir para o resgate dessa presença através da fotografia. O projecto será produzido por um conjunto de fotógrafos que, ao fazerem uso da vertente documental da fotografia como técnica de registo, percorrerão os locais que ainda hoje conservam vestígios da passagem dos Santos, num registo do património cultural e religioso da cidade.

É na procura da ligação entre eles e entre a população de Lisboa que incidirá o projecto e que resultará num livro sobre os lugares e as etapas da vida dos dois santos, em que, além das imagens dos fotógrafos, haverá complementarmente um desafio público à população de Lisboa para contribuírem com testemunhos, imagens, momentos de ligação ao dois santos. Estes documentos serão fac-similados de forma a tornar a obra impressa um testemunho vivo da ligação de Lisboa e os seus habitantes aos seus santos padroeiros.

Mais Informações AQUI


PEDIFOTO ESTE ESPAÇO QUE HABITO – VIRTUAL

Construção de Câmara Fotográfica + Projecto Fotográfico | Fotografia Pinhole

O Movimento de Expressão Fotográfica ao longo do seu percurso tem procurado intervir através de atividades ligadas à fotografia, visando, essencialmente, estimular o gosto e interesse pela imagem fotográfica e pela dinamização social. No contexto atual é importante assegurar e cumprir o distanciamento físico, assim, como nos encontramos confinados, promovemos o Pedifoto Este Espaço Que Habito – virtual, de forma a proporcionar uma actividade fotográfica entre os que possuem o interesse comum da fotografia.

Uma câmara estenopeica ou câmara pinhole é uma máquina fotográfica sem lente. A designação tem por base o inglês, pin-hole, “buraco de alfinete” e é usada para referir a fotografia estenopeica. A nossa é construída com base em duas folhas de cartolina preta e dois planos, que recortados, dobrados e colados, produzem uma imagem fotográfica. 

Nesta actividade pretende-se que os participantes construam a sua própria Câmara Fotográfica e explorem a vertente plástica proporcionada pelo processo fotográfico pinhole. Esperamos que os temas propostos promovam a exploração criativa do espaço que o participante habite nesta altura de confinamento social.

Nesta edição é o participante que decide quando e como é que fotografa. Entre o dia 8 de Maio e o 24 de Maio, num único dia ou durante vários dias, o concorrente poderá escolher o momento em que pretende fotografar. A única obrigação é seguir a ordem imposta pelos temas.

Mais Informações e Inscrições em: http://www.mef.pt/mef/pedifoto-este-espaco-que-habito-virtual/


Diários do Interior de Tânia Araújo no iNstantes – Festival Internacional de Fotografia de Avintes

A 8ª edição do iNstantes será realizada – se a pandemia deixar – de 30 de abril a 30 de maio. Será uma edição só dedicada à fotografia feita por mulheres e terá participantes de Portugal, Estónia, Austrália, Marrocos, Finlândia, Espanha, Cabo Verde e Grécia.

A curadoria desta edição é da artista visual Alice WR.

A Tânia Araújo do MEF é uma das fotógrafas convidadas. Partilhamos algumas imagens da construção da sua exposição.

Para saber mais: https://www.instantesffa.com/tania-araujo/


Exposição Ver com outros olhos, na Casa da Cultura em Sacavém. 

ATÉ 30 ABRIL

Ver com outros olhos.

A Câmara Municipal de Loures convida a visitar a exposição Ver com outros olhos, que irá estar patente, entre os dias 3 de dezembro de 2020 e 30 de abril de 2021, na Casa da Cultura, em Sacavém. 

A exposição Ver com outros olhos resulta de um projeto desenvolvido pelo Movimento de Expressão Fotográfica (MEF) que tem como objetivo levar a produção artística, o contacto com a arte e a aprendizagem sobre alguns movimentos estéticos a um grupo de pessoas com maior dificuldade no acesso às imagens. 

Ver com outros olhos representa o culminar de três anos de intervenção no terreno, com base num conjunto de parcerias realizadas entre o MEF e várias instituições ligadas à deficiência visual, tendo o trabalho sido desenvolvido com pessoas cegas congénitas, com cegueira adquirida e com baixa visão, pela promoção das suas formas de expressão, pessoal e artística, em particular através da fotografia. 

Do conjunto das imagens produzidas por 63 participantes — sendo que 94 imagens são visíveis e 69 estão em relevo com sistema de áudio-descrição —, estarão em exposição 20 imagens e um documentário relativo ao trabalho desenvolvido pelo MEF com os participantes na construção das imagens. 

As visitas guiadas à exposição exigem marcação através do endereço de correio eletrónico uic@cm-loures.pt ou do telefone 211 150 164. 

Curso de Iniciação à fotografia, às quartas-feiras, início a 5 de Maio

Curso de Iniciação à Fotografia pretende dar a conhecer a fotografia enquanto forma diferente de interpretar a realidade. Tirando partido das câmaras fotográficas, os participantes utilizarão a fotografia como meio de exploração do seu próprio quotidiano, fotografando mediante directrizes estéticas apreendidas no curso.

Este curso é constituído por uma parte teórica, em que é dada os princípios básicos da fotografia. Serão realizados três trabalhos práticos em que se aborda a vertente da fotografia digital e da fotografia convencional (com laboratório químico de preto e branco).

Mais informações e inscrições: CURSO DE INICIAÇÃO À FOTOGRAFIA


Pedifoto Este Espaço que Habito – virtual

construção de câmara fotográfica pinhole e projecto fotográfico

Uma câmara estenopeica ou câmara pinhole é uma máquina fotográfica sem lente. A designação tem por base o inglês, pin-hole, “buraco de alfinete” e é usada para referir a fotografia estenopeica. A nossa é construída com base em duas folhas de cartolina preta e dois planos, que recortados, dobrados e colados, produzem uma imagem fotográfica. 

Na actividade PEDIFOTO ESTE ESPAÇO QUE HABITO – VIRTUAL pretende-se que os participantes construam a sua própria Câmara Fotográfica e explorem a vertente plástica proporcionada pelo processo fotográfico pinhole. Esperamos que os temas propostos promovam a exploração criativa do espaço que o participante habite nesta altura de confinamento social.

Nesta edição é o participante que decide quando e como é que fotografa. Entre o dia 8 de Maio e o 24 de Maio, num único dia ou durante vários dias, o concorrente poderá escolher o momento em que pretende fotografar. A única obrigação é seguir a ordem imposta pelos temas.

Mais informações e inscrições: http://www.mef.pt/mef/pedifoto-este-espaco-que-habito-virtual/

Oficina de Narrativa Fotográfica com José Manuel Navia 

Em Junho de 2021 voltamos a estar com o fotógrafo José Manuel Navia. Nesta edição vamos poder realizar uma oficina com uma maior duração. Teremos oportunidade de conhecer os seus trabalhos, desde Nóstos Alma tierra, assim como trabalharmos sobre algumas das suas referências e que o têm influenciado ao longo destes anos: Paul Strand e Dorothea Lange, por exemplo. 

Durante a Oficina de Narrativa FotográficaJosé Manuel Navia abordará a sua experiência enquanto fotógrafo e incidirá a sua intervenção sobre o seu processo de trabalho, sobre a seleção de imagens e a finalização dos seus projetos.

Os participantes na oficina são convidados a participar com as suas próprias experiências, conhecimentos, interesses e com as suas imagens que serão colocadas em debate.

Estamos convencidos que irão ser 5 dias repletos de partilhas fotográficas.

Angola, Caconda. Escuela “22 de Novembre”.”22 de Novembre” school.

Carga Horária

20h

Datas de Formação

Junho, dia 9, 10, 11, 12 e 13 [novas datas]

Valor da Formação

240€ (valor público geral)

230€ (valor sócios MEF)


Ficha de Inscrição


Nota: as sessões desta Oficina são presenciais, no entanto há a possibilidade de acompanhamento da ação de formação via plataforma online para quem desejar frequentar a Oficina e não se possa deslocar às instalações do MEF. 


José Manuel Navia (Madrid, 1957) fotógrafo espanhol, considerado um dos fotógrafos contemporâneos más importantes de Espanha. (Biografia)


Projecto Fotográfico “Vicente e António”

© Luís Rocha | MEF

Em Lisboa é possível encontrar marcas da presença dos dois santos, o projecto fotográfico Vicente e António, pretenderá contribuir para o resgate dessa presença através da fotografia. O projecto será produzido por um conjunto de fotógrafos que, ao fazerem uso da vertente documental da fotografia como técnica de registo, percorrerão os locais que ainda hoje conservam vestígios da passagem dos Santos, num registo do património cultural e religioso da cidade.

Formação

Partindo do projecto idealizado por cada formando, o projecto Vicente e António propõe, através do debate de imagens e de conteúdos, estimular o sentido criativo e procurará construir um possível – mas garantidamente incompleto – retrato da passagem dos dois santos em Lisboa através de um olhar fotográfico documental. Iniciaremos a nossa abordagem com a visita a projetos documentais, discutiremos as ideias que cada formando idealiza sobre o seu projecto, analisaremos e interpretaremos as imagens dos projectos desenvolvidos, dando origem a um retrato que pode ser um retrato da actualidade, do passado, do edificado, da devoção, do simbólico. O resultado dará fruto a um conjunto de projetos a serem apresentados em livro, onde cada participante participará com o resultado do processo de desenvolvimento do seu projeto pessoal.
Dividido em 12 sessões, com acesso através de sala virtual numa plataforma online – zoom e de sessões presenciais, construiremos um conjunto de imagens que reflitam os locais que ainda hoje conservam vestígios da passagem dos Santos ou as tradições que lhes estão associadas.


Dia de formação: Segundas-feiras, 19h30m/21h00m

Datas de formação: 3 de Maio a 19 de Julho de 2021

nota – na adoção de medidas que promovam a redução dos contactos presenciais ao estritamente necessário, as aulas teóricas desta acção de formação serão realizadas em sala virtual através da plataforma zoom. A análise das imagens será realizada em sala virtual e em formato presencial sempre que seja possível e necessário.


Valor: 125€ Alunos | 100€ Sócios MEF


Inscrição e Informações: Ficha de Inscrição (formulário)


quatro propostas fotográficas.

Pedifoto Este Espaço Que Habito – virtual

O Movimento de Expressão Fotográfica ao longo do seu percurso tem procurado intervir através de atividades ligadas à fotografia, visando, essencialmente, estimular o gosto e interesse pela imagem fotográfica e pela dinamização social. No contexto atual é importante assegurar e cumprir o distanciamento físico, assim, como nos encontramos confinados, promovemos o Pedifoto Este Espaço Que Habito – virtual, de forma a proporcionar uma actividade fotográfica entre os que possuem o interesse comum da fotografia. Ler mais…


Vicente e António

Em Lisboa é possível encontrar marcas da presença dos dois santos, o projecto fotográfico Vicente e António pretenderá contribuir para o resgate dessa presença através da fotografia. O projecto será produzido por um conjunto de fotógrafos que, ao fazerem uso da vertente documental da fotografia como técnica de registo, percorrerão os locais que ainda hoje conservam vestígios da passagem dos Santos, num registo do património cultural e religioso da cidade.

É na procura da ligação entre eles e entre a população de Lisboa que incidirá o projecto e que resultará num livro sobre os lugares e as etapas da vida dos dois santos, em que, além das imagens dos fotógrafos, haverá complementarmente um desafio público à população de Lisboa para contribuírem com testemunhos, imagens, momentos de ligação ao dois santos. Ler mais…


España, provincia de Lugo, comarca de Los Ancares, aldea de Noceda. Año 1987.Spain, province of Lugo, Los Ancares county, Noceda little village. Year 1987.© Navia

Oficina de Narrativa Fotográfica

José Manuel Navia regressa ao MEF em Junho de 2021, a sua amizade e capacidade didáctica, a sua narrativa tanto artística como humana faz com que estejamos bastante contentes de o voltar a receber. Nesta edição vamos poder realizar uma oficina com uma maior duração. Teremos oportunidade de conhecer os seus trabalhos, desde Nóstos a Alma tierra, assim como trabalharmos sobre algumas das suas referências e que o têm influenciado ao longo destes anos: Paul Strand e Dorothea Lange, por exemplo. Ler mais…


Curso de Iniciação à Fotografia 

Esta ação de formação pretende dar a conhecer a fotografia enquanto forma diferente de interpretar a realidade. Tirando partido das câmaras fotográficas, os participantes utilizarão a fotografia como meio de exploração do seu próprio quotidiano, fotografando mediante directrizes estéticas apreendidas no curso.

Este curso é constituído por uma parte teórica, em que é dada os princípios básicos da fotografia. Serão realizados três trabalhos práticos em que se aborda a vertente da fotografia digital e da fotografia convencional (com laboratório químico de preto e branco). Ler mais…


Oficina de Narrativa Fotográfica com José Manuel Navia

José Manuel Navia regressa ao MEF em Junho de 2021, a sua amizade e capacidade didáctica, a sua narrativa tanto artística como humana faz com que estejamos bastante contentes de o voltar a receber. Nesta edição vamos poder realizar uma oficina com uma maior duração. Teremos oportunidade de conhecer os seus trabalhos, desde Nóstos Alma tierra, assim como trabalharmos sobre algumas das suas referências e que o têm influenciado ao longo destes anos: Paul Strand e Dorothea Lange, por exemplo. 

Durante a Oficina de Narrativa FotográficaJosé Manuel Navia abordará a sua experiência enquanto fotógrafo e incidirá a sua intervenção sobre o seu processo de trabalho, sobre a seleção de imagens e a finalização dos seus projetos.

Os participantes na oficina são convidados a participar com as suas próprias experiências, conhecimentos, interesses e com as suas imagens que serão colocadas em debate.

Estamos convencidos que irão ser 5 dias repletos de partilhas fotográficas. 

España, provincia de Lugo, comarca de Los Ancares, aldea de Noceda. Año 1987.Spain, province of Lugo, Los Ancares county, Noceda little village. Year 1987.© Navia

Junta-te a este movimento!

%d bloggers like this: